3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Um pouco mais do ator: Robert de Niro

Uma pequena pausa para falar um pouco sobre um dos atores favoritos de Martin Scorcese e de muitos cinéfilos mundo afora (inclusive desta humilde blogueira que vos fala), Robert de Niro é um ícone do cinema americano. Aliás, foi na segunda parceria deles que surgiu um dos maiores ícones do cinema cult: Taxidriver, filme que também revelou (a então adolescente) atriz Jodie Foster. Touro indomável não foi a primeira parceira, da dupla: o primeiro longa deles juntos foi Caminhos perigosos (Mean streets, 1973), e desde então foram outras 6 produções - todas sucessos de crítica e público.

Nascido em 1943, Robert de Niro é um americano de ascendência italiana, alemã, irlandesa e holandesa. Sua carreira teve início na década de 1970, quando trabalhou com o diretor Brian de Palma que o apresentou a Martin Scorcese, começando a 'dobradinha' vencedora. Protagonista de filmes de grande importância e destaque, além de sucessos de bilheteria, de Niro interpreta com maestria os papéis que lhe cabem. Sem ofuscar o trabalho de seus companheiros de cena, brilha em cada participação que faz. Conhecido por interpretar tipos durões, também sabe fazer comédia como ninguém. Outra característica marcante é o seu perfeccionismo, a busca por detalhes na composição de seus personagens - todos tem um tique, uma caracteristica que o define, uma expressão única. Por isso ele sempre tem uma cara diferente em cada filme que atua - sua entrega na composição da personagem é apaixonante. Seu estilo de interpretar é comparado pelos especialistas a Marlon Brando e Al Pacino (este, sendo seu contemporâneo, chegou a disputar diversos papéis com ele durante o início de suas carreiras), que ainda colocam como seus sucessores Sean Penn e Edward Norton (particularmente, também incluiria Joaquin Phoenix na lista de sucessores).

Robert de Niro também foi indicado a vários premios e ganhou um Globo de Ouro e um Oscar de Melhor Ator por este Touro indomável, sendo que o seu primeiro prêmio foi o de Melhor Ator Coadjuvante por O poderoso chefão 2.

Um breve histórico de sua filmografia também vale como uma lista de filmes imperdíveis (dica!) pra quem gosta de filmes de todos os gêneros: de Niro aparece em praticamente todos os gêneros de filmes, de dramas a blockbusters, com direito a filmes cult e comédias. Boa (literalmente) diversão!

Poderoso Chefão parte II (The Godfather: Part II, 1973) - Francis Ford Coppola
Caminhos perigosos (Mean Streets , 1973) - Martin Scorsese
1900 (1900, 1976) - Bernardo Bertolucci
Taxi Driver (Taxi driver, 1976) - Martin Scorsese
O último magnata (The Last Tycoon, 1976) - Elia Kazan
New York, New York (New York, New York, 1977) - Martin Scorsese
O franco-atirador (The Deer Hunter, 1978) - Michael Cimino
Touro indomável (Raging Bull, 1980) - Martin Scorsese
Confissões verdadeiras (True Confessions, 1981) - Ulu Grosbard
O rei da comédia (The King of Comedy, 1983) - Martin Scorsese
Era uma vez na América (Once Upon a Time in America, 1984) - Sergio Leone
Amor à primeira vista (Falling in Love, 1984) - Ulu Grosbard
A missão (The Mission, 1986) - Roland Joffé
Coração satânico (Angel Heart, 1987) - Alan Parker e Chu Yen Ping
Os intocáveis (The Untouchables, 1987) - Brian de Palma
Fuga à meia-noite (Midnight Run, 1988) - Martin Brest
Não somos anjos (We're No Angels, 1989) - Neil Jordan
Tempo de despertar (Awakenings, 1990) - Penny Marshall
Os bons companheiros (Goodfellas , 1990) - Martin Scorsese
Stanley & Iris (Stanley & Iris, 1990) - Martin Ritt
Cortina de fogo (Backdraft , 1991) - Ron Howard
Cabo do medo (Cape Fear, 1991) - Martin Scorsese
O despertar de um homem (This Boy's Life, 1993) - Michael Caton-Jones
Desafio no Bronx (A Bronx Tale, 1993) - Robert de Niro
Frankenstein de Mary Shelley (Mary Shelley's Frankenstein, 1994) - Kenneth Branagh
Fogo contra fogo (Heat, 1995) - Michael Mann
Casino (Cassino, 1995) - Martin Scorsese
Estranha obsessão (The Fan, 1996) - Tony Scott
A vingança adormecida (Sleepers, 1996) - Barry Levinson
Cop Land - Cidade de tiras (Cop Land, 1997) - James Mangold
Jackie Brown (Jackie Brown, 1997) - Quentin Tarantino
Ronin (Ronin, 1998) - John Frankenheimer
Grandes esperanças (Great Expectations, 1998) - Alfonso Cuarón
Máfia no divã (Analyze This, 1999) - Harold Ramis
Ninguém é Perfeito (Flawless, 1999) - Joel Schumacher
Homens de honra (Men of Honor, 2000) - George Tillman Jr.
Entrando numa fria (Meet the Parents, 2000) - Jay Roach
A cartada final (The Score, 2001) - Frank Oz
A máfia volta ao divã (Analyze That, 2002) - Harold Ramis
Showtime (Showtime, 2002) - Tom Dey
O enviado (Godsend, 2004) - Nick Hamm
Entrando numa fria maior ainda (Meet the Fockers , 2004) - Jay Roach
O amigo oculto (Hide and Seek, 2005) - John Polson
O bom pastor (The Good Shepherd, 2006) - Robert De Niro
Stardust - O Mistério da Estrela Cadente (Stardust, 2007) - Matthew Vaughn
As duas faces da lei (Righteous Kill, 2008) - Jon Avnet
Pânico em Hollywood (What Just Happened, 2008) - Barry Levinson
Estão Todos Bem (Everybody's Fine, 2009) - Kirk Jones
Machete (Machete, 2010) - Robert Rodriguez

domingo, 30 de maio de 2010

Touro Indomável

Preparem os punhos, o "touro do Bronx" está pronto para a briga!

Touro Indomável
(Raging Bull) - 1980 (EUA)
128 min - colorido - 18 anos
Drama

Direção: Martin Scorcese

Roteiro: Paul Schrader e Mardik Martin, baseado em livro de Jake LaMotta, Joseph

Música: Robbie Robertson

com: Robert de Niro, Cathy Moriarty, Joe Pesci, Frank Vincent , Nicholas Colasanto
Carter e Peter Savage


O pugilista peso-médio Jake LaMotta (Robert De Niro), chamado de "o touro do Bronx", sobe na carreira com a mesma rapidez com que sua vida particular se degrada, graças ao seu temperamento violento e possessivo.

Vencedor de dois Oscar.

sábado, 29 de maio de 2010

Star Wars em vídeos

Pesquisando sobre o filme da semana encontramos divertidos e curiosos vídeos relacionados a saga Jedi.Confira abaixo os melhores.

O paradeiro das letras!
Era o começo de um episódio qualquer de Star Wars. Você estava lá lendo atentamente o letreiro flutuante que explica em que pé está a luta dos rebeldes contra o Império. Então você tem um estalo: Pra onde essas letras vão? - Durante as férias de Natal, amigos entediados pegaram suas câmeras e em 30 minutos fizeram esse vídeo. Depois de 3 semanas de edição os 8 minutos de fita viraram um vídeo com cerca de 3 minutos e muitos efeitos especiais.


Trilogia original em lego
Um garotinho narra a saga Jedi de forma divertida e muito rápida, tudo animado com as peças de lego.

Dançando com as estrelas de Guerra nas Estrelas
Durante o Star Wars Weekends, promovido pelo Disney-MGM Studios, os visitantes de um dos parques da disney pode conferir uma competição de dança com nossos personagens favoritos. Cuidado esse vídeo pode causar acessos de raiva em fãs menos flexiveis e de riso em todos os outros.



Star Wars Kid
Ele não podia ficar de fora.O video desse garoto lutando com um cajado "bombou" alguns anos atrás na internet. Ainda mais depois que o pessoal começou a edita-lo. A primeira versão transformou o cajado em um sabre de luz duplo, depois disso as versões seguintes vão de Matrix a Chipmunks. Busque "Star Wars Kid", no YouTube. Espero que os pais dele possam pagar a terapia.


Star Wars em imagens

Pesquisando para escrever os posts de curiosidades desta semana encontramos várias imagens divertidas e curiosas inspiradas na saga estelar. Não deu para resisitir. Reunimos as melhores nas tres galerias abaixo.

O dia-a-dia de um Lorde das Trevas


Coisas de fãs! O que um fã é capaz fazer por amor a saga (e outras imagens).



Divertitas imagens promocionais do Star Wars Weenkend promovido pelo Disney-MGM Studios em 2009.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Colecionáveis: versões alternativas

O filme que inventou o termo "arrasa-quarteirão", também foi o que aqueceu a indústria de produtos relacionados. Confira os intens mais inusitados que podem ser adquiridos por fãs.

Chega dos bonequinhos convencionais. Versões alternativas são mais divertidas

Versão montros com cabeças balançantes!

Se Star Wars fosse no tempo dos samurais seria assim

Versão de tricô

Crossover: Darth Kitt


Chewie, C-3PO e Yoda versão Sr. Cabeça de Batata

O Vader rosa era em prol da campanha de prevenção do câncer de mama

Mate Vader

Versão steampunk

Versão "Meu Pequeno Pônei" (favor ignorar Batman e Robin, rs)


Não gostou das versões alternativas? Torne-se uma versão alternativa. Com todo tipo de acessório.

Brincos

Pantufas wookie

Relógios de pulso

Bonés

Para o seu bichinho


E seu bebê



Ficou interessado? O Blog de Brinquedo, fonte deste post, tem outros colecionáveis de Star Wars além de brinquedos de todos os tipos, dicas, preços e locais de compra. Os brinquedos mais legais da web estão lá.

É só o começo


Pode parecer ironia, já que estamos em plena Semana do orgulho nerd aqui no blog, mas nunca fui nerd o suficiente para ser aficionada pela saga Star Wars. Não me lembro exatamente quando assisti à trilogia original pela primeira vez, mas já sabia de vários detalhes da história só de ler sobre o assunto e ouvir testemunhos de fãs mais ferrenhos. Então, rever o Episódio IV - Uma nova esperança agora me deu algumas perspectivas interessantes. Vamos a elas.

Em relação à trama em si, o primeiro filme não é muito relevante. Funciona mais para apresentar os personagens e nos situar na batalha entre rebeldes e Império. Ok, conhecemos Darth Vader, mas ele até que está bem contido, mais para um coadjuvante. O destaque vai mesmo para o jovem Luke, que descobre sua vocação para ser um guerreiro, assim como seu pai o fora. Mas vamos combinar que o método de treinamento de Obi-Wan foi muito chinfrim, né? Umas frasezinhas de autoajuda, e, pronto, nasce um jedi. Até seu Miyagi faria melhor.

Ah, conhecemos a amada dupla C-3PO e R2-D2 (engraçado como ele me lembra o Wall-e! Deve ter servido de inspiração...), e vemos nascer também a implicância entre Léia e Han Solo, com aqueles diálogos deliciosos de gata e rato. Adoro. Fora isso, a gente tem um resgatezinho aqui, uma troca de tiros ali... Tenho que dizer que o que mais me chocou foi mesmo a destruição de Alderaan. Gente, que homens maus, acabarem com um planeta inteiro depois de terem dado sua palavra! E a gente aqui, sofrendo por antecipação com 2012...

Antes que me xinguem: sim, eu gosto de Star Wars, mas esse filme específico não me empolga muito. Gosto da trama como um todo, de saber que Luke e Léia sentem atração um pelo outro, sem saber que são irmãos. Que Luke vai descobrir que seu grande inimigo é seu pai, um grande jedi que cedeu ao lado negro da Força. Ou seja, sem menosprezar a mitologia, os personagens carismáticos e as cenas de ação, a série de George Lucas, no fundo, é quase uma novela. No bom sentido, claro.

O que quero dizer com tudo isso é que meus conhecimentos sobre a história toda acabam interferindo na minha percepção do primeiro filme. E aí, tudo que eu consigo ver são como era tosco aquele Povo de Areia, como a cena de luta entre Darth Vader e Obi-Wan beira o ridículo... Juro que são só observações, não é implicância. É que eu sei que vai ficar melhor depois. Tá, agora fiquei com vontade de ver o resto da série de novo: lado nerd ativado! 

quinta-feira, 27 de maio de 2010

C-3POscar!?!

O longa que iniciou a "era dos blockbusters" recebeu vários prêmios, a maioria técnicos. Conheça os prêmios de Guerra nas Estrelas.
C-3POscar???

Oscar
  • Melhor Direção de Arte
  • Melhor Figurino
  • Melhores Efeitos Especiais
  • Melhor Montagem
  • Melhor Trilha Sonora
  • Melhor Som
  • Oscar especial para Ben Burtt, pelo seu trabalho junto aos efeitos sonoros do filme.

Recebeu indicações para Melhor Diretor, Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante (Alec Guiness) e Melhor Roteiro Original.


Globo de Ouro
  • Melhor Trilha Sonora

Indicado para Melhor Filme em Drama, Melhor Diretor e Melhor Ator Coadjuvante (Alec Guiness).
 
 
Grammy
  • Melhor Trilha Sonora criada para o cinema

Curiosidades estelares

Com seis longas, mais um universo expandido e uma infinidade de histórias não foi fácil selecionar as curiosidades deste post. Confira as mais interessantes e inusitadas!

Posando para foto: o elenco de Star Wars
- Star Wars IV - Uma nova esperança foi a maior bilheteria de 1977, arrecadando 775,3 milhões de dólares. Atualmente é 31ª maior bilheteria do cinema

- O longa é considerado por críticos como o marco de início da "Era dos blockbusters" (em que o cinema hollywoodiano passaria a cada vez mais se voltar aos efeitos visuais, às grandes campanhas de marketing, ao merchandising, entre outras características).

- Por acreditar que não conseguiria o orçamento e o tempo necessário George Lucas dividiu sua história em três partes, e resolveu contar apenas o 1º ato. Quando o estúdio achou que ele merecia um salário maior por escrever, produzir e dirigir o filme, ele preferiu a garantia de que poderia realizar os capítulos seguintes e uma boa fatia no merchandising.

- O subtítulo Episódio IV: Uma nova esperança não constava originalmente. George Lucas nem acreditava que continuaria a história, e só foi acrescentado em 1981, depois do lançamento do episódio seguinte, O Império contra-ataca. Como virou marca, atualmente até mesmo os nomes traduzidos foram abandonados, não vemos mais Guerra nas estrelas ou A guerra das estrelas, como era conhecido em Portugal. No mundo todo vemos Star Wars.

- Durante a elaboração do roteiro, Han Solo chegou a ser um alienígena verde e Luke, um general de 60 anos de idade. Que bom que Lucas mudou de ideia!

- O sobrenome original de Luke (nome obviamente escolhido devido ao nome do diretor) era Starkiller, alterado para Skywalker no roteiro final.
- Já Chewbaca, o copiloto Wookie de Hans Solo, foi inspirado no enorme cachorro de Lucas, que costumava sentar no banco do carona do carro. O nome do bichinho de estimação? Indiana!

- Peter Mayhew foi escolhido para dar vida a Chewie, ao se levantar. Ele mede 2,10m.

- A composição do personagem Luke Skywalker, bem como o sabre de luz, e mesmo parte do visual de Darth Vader foi inspirado em antigos contos de samurais.

- Aliás, reinterpretação dos arquétipos mitológicos é o que não falta nos filmes. Lucas se inspirou com o livro O herói de mil faces, de Joseph Campbell.

- Para impressionar os executivos da Fox, Lucas contratou Ralph McQuarrie, designer da Boeing e artista conceitual, para desenhar as cenas a partir do roteiro.

- A Industrial Light e Mágic, ILM, atualmente uma das maiores empresas de efeitos especiais foi fundada por Lucas, em 1975 para criar os efeitos do filme.

- A trilha sonora foi composta por John Willians e gravada pela Orquestra Sinfônica de Londres. Sua função nas palavras de Lucas era servir de "âncora emocional", ja que o que víamos na tela era completamente novo.

- Junto com os outros filmes, O Império contra-ataca e O retorno de jediUma nova esperança foi relançado em 1997. Nessa versão, os efeitos visuais e o som foram melhorados e a imagem foi resmasterizada.

- Existem várias referências a Star Wars nos filmes de Indiana Jones. Em O templo da perdição, por exemplo, o arqueólogo passa por um pub chamado Obi-Wan. Confira outras referências em nosso post Indiana Jones e a guerra nas estrelas.

- C3PO, o droide de protocolo de Star Wars foi inspirado no robô de Metrópolis, filme mudo alemão de 1927.

- Já a concepção das cenas com foco no Império homenageam filmes da cineasta alemã Leni Riefenstahl. A semelhança da cena final com uma cena de O triunfo da vontade (Triumph des willens). É inegável.


Problemas

- Nem tudo foram estrelas na saga que virou a produção de Uma nova esperança. Para Lucas, o orçamento e o tempo eram curtos. Para os executivos da FOX, o filme era confuso, infantil, e os atores desconhecidos nos papéis principais eram uma ameaça. E isso foi só o começo...

- Na Tunísia, local onde se iniciaram as filmagens, o calor de 40 graus debaixo de fantasias pesadas era o menor dos problemas. Para começar, na primeira semana a equipe de produção enfrentou uma tempestade no deserto. A maior em 50 anos! O cenário do planeta Tatooine foi destruído, atrasando a produção.

- Ainda na Tunísia, a primeira vez que colocou a roupa completa de C-3PO, o ator Antony Daniels teve seu pé cortado pelo plático da armadura.

- Já R2-D2 não andava muito bem no solo acidentado: quedas eram constantes.

- A esperança era recuperar o tempo perdido agilizando as filmagens em Londres, mas o plano não funcionou muito bem... As normas do sindicato inglês obrigavam Lucas a encerrar as filmagens todos os dias às 17h30. Nada de horas extras.

George Lucas: "Um dia isso vai ser o R2-D2!"
- Os trabalhos de efeitos especiais na ILM também enfretavam atrasos. Segundo Lucas, a equipe parecia ter uma atitude "meio hippie" com relação aos prazos.

- Após as filmagens, a primeira montagem do filme foi um desastre. O editor não entendia as ideias de Lucas e se recusava a segui-las. Lucas o dispensou e contratrou outra equipe. Mais um atraso.

- Esses foram apenas alguns dos problemas enfrentados por Lucas, que, a certa altura, foi parar no hospital com dores no peito. O diagnóstico: hipertensão e exaustão.

- O filme seria lançado no Natal de 1976. Contudo, diante de tantos problemas, foi adiado para o verão do ano seguinte. Anos mais tarde, a data foi escolhida para comemorar o Dia do Orgulho Nerd.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Colecionáveis: utilidades e decoração

O filme que inventou o termo "arrasa-quarteirão", também foi o que aqueceu a indústria de produtos relacionados. Confira os intens mais inusitados que podem ser adquiridos por fãs.

Para sua cozinha

Torradeira


Pipoqueira


Palitinhos para comida japonesa

Pratos de porcelana


 











Canecas Vader e R2D2














Decoração
Aparadores de livros e DVDs





Roupa de cama

Datas comemorativas

Balde para o Halloween



Yoda para o topo da árvore de Natal

Bolinhas para árvore de Natal

Utilidades

Cofres R2D2 e Darth Vader






Mochilas de Darth Vader




Sombrinha de sabres de luz                                                                       Vader fone

Mascara de gás do Darth Vader para fãs paranóicos


Não perca a hora com o despertador Sith

Ficou interessado? O Blog de Brinquedo, fonte deste post, tem outros colecionáveis de Star Wars além de brinquedos de todos os tipos, dicas, preços e locais de compra. Os brinquedos mais legais da web estão lá.