3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Prêmios de Meryl Streep

Segundo o IMDB, Meryl tem nada menos que 116 prêmios e 172 indicações. Foram 18 indicações ao Oscar, 14 ao BAFTA, 3 ao Emmy, 28 ao Globo de Ouro, 5 ao Grammy, 16 ao SAG Awards. É recordista de indicações ao Oscar (entre as mulheres) e no Globo de Ouro.

É a maior vencedora da história do Globo de Ouro, com oito prêmios. Atualmente é segunda maior vencedora ao Oscar entre as mulheres, atrás apenas de Katharine Hepburn, que recebeu o prêmio por quatro vezes.

Possui um prêmio honorário pelo conjunto da obra do Festival de Berlin. Prêmios honorários, destacam-se também o César, da Academia Francesa de Cinema, o AFI Lifetime Award, do American Film Institute e um diploma da Le Cordon Bleu.

Confira alguns dos principais prêmios, veja todos aqui.

Oscar
Indicações:
1978 - O Franco Atirador-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária
1981 - A Mulher do Tenente Francês-Melhor Atriz
1983 - Silkwood-Melhor Atriz
1985 - Entre dois amores-Melhor Atriz
1987 - Ironweed-Melhor Atriz
1988 - Um Grito no Escuro-Melhor Atriz
1990 - Lembranças do Paraíso-Melhor Atriz
1995 - As Pontes de Madison-Melhor Atriz
1998 - Um Amor Verdadeiro-Melhor Atriz
1999 - Música do Coração-Melhor Atriz
2002 - Adaptação-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária
2006 - O Diabo Veste Prada-Melhor Atriz
2008 - Dúvida-Melhor Atriz
2009 - Julie eJulia-Melhor Atriz
2014 -August: Osage County-Melhor Atriz

Globo de Ouro
  • 1979 - Kramer vs. Kramer - Melhor Atriz - Cinema 
  • 1981 - A Mulher do Tenente Francês - Melhor Atriz Dramática - Cinema 
  • 1982 - A Escolha de Sophia - Melhor Atriz Dramática - Cinema 
  • 2002 - Adaptação - Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária - Cinema 
  • 2003 - Anjos da América - Melhor Atriz - Telefilme/Mini Série 
  • 2006 - O Diabo Veste Prada - Melhor Atriz Cômica - Cinema 
  • 2009 - Julie e Julia - Melhor Atriz Cômica - Cinema 
  • 2012 - A Dama de Ferro - Melhor Atriz Dramática - Cinema 
Indicações:

1978 - O Franco Atirador-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária- Cinema-

1983 - Silkwood-Melhor Atriz Dramática - Cinema-
1985 - Entre dois amores-Melhor Atriz Dramática - Cinema-
1988 - Um Grito no Escuro-Melhor Atriz Dramática - Cinema-
1989 - Ela é o Diabo-Melhor Atriz Cômica - Cinema-Nomeada
1990 - Lembranças do Paraíso-Melhor Atriz Cômica - Cinema
1992 - A Morte lhe Cai Bem-Melhor Atriz Cômica - Cinema
1994 - O Rio Selvagem-Melhor Atriz Dramática - Cinema
1995 - As Pontes de Madison-Melhor Atriz Dramática - Cinema
1996- As Filhas de Marvin-Melhor Atriz Dramática - Cinema
1997 - Pela Vida do Meu Filho-Melhor Atriz - Telefilme/Mini Série
1998 - Um Amor Verdadeiro-Melhor Atriz Dramática - Cinema
1999 - Música do Coração-Melhor Atriz Dramática - Cinema
2002 - As Horas-Melhor Atriz Dramática - Cinema
2004 - Sob o Domínio do Mal-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária - Cinema
2008 - Dúvida-Melhor Atriz Dramática - Cinema
2008 - Mamma Mia!-Melhor Atriz Cômica - Cinema
2009 - Simplesmente Complicado-Melhor Atriz Cômica - Cinema
2013 - Um Divã para Dois-Melhor Atriz Cômica - Cinema
2014 - August: Osage County-Melhor Atriz Cômica - Cinema

BAFTA
  • 1981 - A Mulher do Tenente Francês - Melhor Atriz
  • 2012 - A Dama de Ferro -Melhor Atriz
Indicações:
1978 -Manhattan-Melhor Atriz
1978 - O Franco Atirador-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária
1979 - Kramer vs. Kramer-Melhor Atriz
1982 - A Escolha de Sophia-Melhor Atriz
1983 - Silkwood-Melhor Atriz
1985 - Entre dois amores-Melhor Atriz
2002 - Adaptação-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária
2002 - As Horas-Melhor Atriz
2004 - Sob o Domínio do Mal-Melhor Atriz Coadjuvante/Secundária
2006 - O Diabo Veste Prada-Melhor Atriz
2008 - Dúvida-Melhor Atriz
2009 -Julie e Julia-Melhor Atriz Cômica - Cinema

Emmy
  • 1978 - Holocausto-Melhor Atriz - Telefilme/Mini Série
  • 2003 - Anjos da América-Melhor Atriz - Telefilme/Mini Série
Indicação:
1997 - Pela Vida do Meu Filho-Melhor Atriz - Telefilme/Mini Série

Valladolid International Film Festival
  • 1986 - A Difícil Arte de Amar-Melhor Atriz
Festival de Cinema de Cannes
  • 1989 - Um Grito no Escuro-Melhor Atriz
Festival de Cinema de Berlim
  • 1999 - Prêmio Honorário - Câmera de Berlin
  • 2003 - As Horas-Urso de Prata de Melhor Atriz
  • 2012 -Prêmio Honorário-Urso de Ouro Honorário
Outfest
  • 2002 - As Horas-Melhor Atriz
Festival Internacional de Cinema de Moscow
  • 2003 - Prêmio Honorário-Stanislavsky Prize
Harvard
Festival Internacional de Cinema de San Sebástian
  • 2008 - Prêmio Honorário-Prêmio Donostia pelo Conjunto da Obra
Outras honrarias:
  • Foi reconhecida pela Universidade de Harvard, em 2010, pela Universidade de Princeton, em 2008, e pela Universidade Yale, em 1983, com doutorados honorários em artes.
  • Em 2011 recebeu na Casa Branca, a Medalha Nacional das Artes, conferida pelo presidente Barack Obama, por sua contribuição à arte e cultura dos Estados Unidos.
Calçada da Fama
  • 1998 - Star on the Walk of Fame - Motion Picture (7020 Hollywood Blvd).
Grauman's Chinese Theatre

  • 1994

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Um pouco mais de Meryl Streep

Mary Louise Streep nasceu em 1949, no estado americano de Nova Jérsei. Graduou-se em teatro dramático no renomado Vassar College em 1971. Também foi estudante ouvinte do Dartmouth College e fez mestrado em Artes Dramáticas na Universidade de Yale. Durante este curso participou de várias montagens teatrais, como Sonho de uma noite de verão, de William Shakespeare. A partir daí participou de diversas montagens teatrais, inclusive na Broadway até o início dos anos de 1980, pouco depois de estrear no cinema.

Seu primeiro filme foi Julia (1977), papel pequeno, porém de destaque, nas cenas de flashback. Em 1978, estrelou a minissérie Holocausto, como uma alemã casada com um artista judeu durante o período nazista. Mais tarde revelou que achou o material "forçadamente nobre", e só aceitou o papel porque precisava de dinheiro. Mas, com uma audiência estimada em 109 milhões de pessoas, a série tornou Meryl uma atriz nacionalmente famosa. E lhe deu seu primeiro Emmy.

Ainda em 1978 com The Deer Hunter (1978) indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante. Também foi coadjuvante no filme Manhattan de Woody Allen de 1979.

Kramer vs. Kramer (1979), trouxe seu primeiro Oscar. E abriu as portas para o crescimento de sua carreira nos anos de 1980. Nesta década a atriz começou a ser convidada para papéis de protagonista. E foi reconhecida por sua versatilidade e dedicação, seja com papéis de destaque ou coadjuvantes.

Na década de 1990, sua carreira desacelerou um pouco. Primeiro pela escassez de papéis para atrizes na faixa dos 40 anos, e também por sua por sua escolha de só trabalhar em Los Angeles, próxima de sua família.

Meryl caracterizada como o personagem 
"Rabino"  da mini-série Angels in America
atuação que lhe rendeu o Globo de Ouro 
e o Emmy
Em 2002, Meryl voltou aos palcos pela primeira vez depois de mais de vinte anos, interpretando Arkadina no The Public Theater, no revival da peça The Seagull, de Anton Chekhov, dirigida por Mike Nichols e co-estrelada por Kevin Kline, Natalie Portman, e Philip Seymour Hoffman. E sua carreira cinematográfica também começou a acelerar novamente.

Nos anos seguintes Meryl começou a reaparecer nos mais diferentes filmes e papéis, relembrando o público sua versatilidade. Filmes como Adaptação, As Horas (ambos de 2002) ou a fantasia infantil Desventuras em Série (2004). Desde então aparece em ao menos um filme por ano (geralmente é mais). Além do teatro, programas para TV e até animações.

Em 2008, Meryl participou de seu maior sucesso comercial, o filme musical Mamma Mia! em 2014 deve aparecer em 4 produções diferentes. O primeiro a estrear August: Osage County lhe rendeu sua 18 indicação ao Oscar.

Praticamente sócia do prêmio (afinal é recordista de indicações entre as mulheres), Streep é figura certa quase todo ano, e levou 3 estatuetas. Também recebeu prêmios em dezenas de premiações festivais e até condecorações especiais, durante toda sua carreira (veja todos aqui). 

Várias faces de Meryl, consegue nomear todos os filmes?

Os prêmios são resultado de sua dedicação perfeccionista aos papéis, pelos quais muda aparência, sotaques e trejeitos que a tornam irreconhecíveis a cada novo projeto. Para atuar em Música do Coração, por exemplo aprendeu a tocar violino, tendo ensaiado 6 horas por dia durante 8 semanas.

Meryl e família
Meryl Streep viveu com o ator John Cazale por três anos, antes de sua morte em 1978.Se casou com o escultor Don Gummer, em setembro de 1978. Eles tem quatro filhos: Henry Wolfe Gummer (1979); Mamie Gummer (1983); Grace Gummer (1986); e Louisa Jacobson Gummer (1991). Tanto Mamie como Grace são atrizes, enquanto Henry é músico e ator.

Confira a filmografia completa da atriz, que também tem uma discografia extensa, e dezenas de prêmios.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Prêmios de "Julie & Julia"

Meryl pode não ter levado o Oscar por este, mas entre os 16 prêmios e outras 18 indicações (dados do IMD) a maioria foi para sua atuação.

Oscar
Indicada para Melhor Atriz - Meryl Streep

Globo de Ouro
  • Melhor Atriz - Comédia/Musical - Meryl Streep
Indicado para Melhor Filme - Comédia/Musical

BAFTA
Indicada para Melhor Atriz - Meryl Streep

Screen Actors Guild Awards
Indicada para Outstanding Performance by a Female Actor in a Leading Role - Meryl Streep

American Cinema Editors
Indicado para Best Edited Feature Film (Comedy or Musical)

BMI Film & TV Awards
  • BMI Film Music Award

Boston Society of Film Critics Awards
  • Best Actress - Meryl Streep
2nd place - Best Supporting Actor - Stanley Tucci

Broadcast Film Critics Association Awards
  • Best Actress - Meryl Streep (empatada com Sandra Bullock por Um Sonho Possível)

Casting Society of America
  • Outstanding Achievement in Casting - Big Budget Feature - Comedy

Chicago Film Critics Association Awards
Indicada para Melhor Atriz - Meryl Streep

Dallas-Fort Worth Film Critics Association Awards
2nd place - Best Actress - Meryl Streep

Kansas City Film Critics Circle Awards
  • Best Actress - Meryl Streep

London Critics Circle Film Awards
Nomeada para Actress of the Year - Meryl Streep

New York Film Critics Circle Awards
  • Best Actress - Meryl Streep

Phoenix Film Critics Award
Online Film Critics Society Awards
Nomeada para Best Actress - Meryl Streep

Phoenix Film Critics Society Awards
  • Best Performance by an Actress in a Lead Role - Meryl Streep

San Diego Film Critics Society Awards
Nomeada para Best Actress - Meryl Streep

San Francisco Film Critics Circle
  • Best Actress - Meryl Streep

Satellite Awards
  • Best Actress in a Motion Picture, Comedy or Musical - Meryl Streep
Nomeado para Best Motion Picture, Comedy or Musical, Best Screenplay, Adapted

Southeastern Film Critics Association Awards
  • Best Actress - Meryl Streep

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Palpites de Marcelo Batalha para o Bolão do Oscar 2014

Quem disse que cinéfilos sem blog não podem palpitar na blogagem coletiva do Bolão do Oscar 2014? Pois algumas apostas chegaram por e-mail. Confira os palpites de Marcelo Batalha:

  • Melhor Filme - 12 anos de escravidão
  • Melhor Diretor - Alfonso Cuarón - Gravidade
  • Melhor Ator - Matthew McConaughey - Clube de compras Dallas
  • Melhor Atriz - Cate Blanchett - Blue Jasmine
  • Melhor Ator coadjuvante - Jared Leto - Clube de compras Dallas
  • Melhor Atriz coadjuvante - Lupita Nyong'o - 12 anos de escravidão
  • Melhor Filme estrangeiro - A grande beleza (Itália)
  • Melhor Roteiro original - Spike Jonze - Ela
  • Melhor Roteiro adaptado - John Ridley - 12 anos de escravidão
  • Melhor Animação - Frozen: Uma aventura congelante
  • Melhor Fotografia - Gravidade
  • Melhor Edição - Gravidade
  • Melhor Trilha sonora original - William Butler e Owen Pallett - Ela
  • Melhor Canção original - "Let it Go" - Frozen: Uma aventura congelante
  • Melhores Efeitos visuais - Gravidade
  • Melhor Edição de som - Gravidade
  • Melhor Mixagem de som - Gravidade
  • Melhor Figurino - Trapaça
  • Melhor Direção de Arte -  Gravidade
  • Melhor Maquiagem - Clube de compras Dallas
  • Melhor Curta-metragem - The Voorman Problem
  • Melhor Curta-metragem de animação - Get a horse!
  • Melhor Documentário em longa-metragem - The act of killing
  • Melhor Documentário em curta-metragem - The lady in number 6: Music saved my life

Tem mais cinéfilos fazendo suas apostas, confira os comentários do post Bolão do Oscar, para conferir os pitacos nas páginas dos palpiteiros.

Curiosidades de "Julie & Julia"

O último filme de Nora Ephron. A diretora e roteirista morreu em 2012.

Julies e Julias, ficção e realidade
O longa é inspirado em duas histórias reais. Como Julia Child se tornou a pais popular culinarista dos EUA. E como Julie Powel resolveu cozinhar todas 524 receitas do livro de Child em apenas um ano, e blogar sobre a experiencia. Como base foram usados os livros My Life in France, autobiografia de Child escrito com Alex Prud'homme e Julie & Julia de Julie Powell.

O blog de Powel se chamava The Julie/Julia Project, e até pouco tempo ainda estava acessível no "Salon.com". O blog mais recente dela ainda está no ar embora desaturalizado.

Julie & Julia inspirou a criação deste blog. Já que que ficamos com inveja inspiradas pela ideia de um projeto blogueiro construtivo. Infelizmente (ou não), cozinha não é nosso forte, então trocamos as 524 receitas, por 50 filmes que também tiramos de um livro.

Meryl Streep ganhou tanto cerca de 6kg, durante as filmagens.

Este é o segundo filme em que Meryl Streep e Amy Adams atuam juntas, apesar de suas personagens nunca se encontrarem. O anterior foi Dúvida (2008).

Também é a segunda parceria entre Meryl Streep e Stanley Tucci que atuaram juntos em O Diabo Veste Prada (2006). Foi Meryl quem indicou Tucci para o papel de Paul Child.

Paul Child era 10 anos mais velho do que Julia Child, no entanto, na realidade, Meryl Streep é de 11 anos mais velha que "Stanley Tucci.

Por ser mais baixa que a verdadeira Julia Child, Meryl Streep teve que usar sapatos de salto alto nas filmagens. Além disto as gravações foram feitas usando truques de cenário, câmera e figurino de forma a fazer com que parecesse mais alta.

A mala, no início do filme pertenceu ao verdadeiro de Paul Child.

Julia Prud'homme, que interpreta a professora de Bridge no filme, é sobrinha-neta de Julia Child.

Louisette Bertholle é retratada como uma parceira preguiçosa que fazia sua parte no projeto livro de receitas. Depois que o filme foi lançado, as pessoas que a conheciam declararam que ela foi dedicada ao projeto e testou um grande número de receitas em sua casa. Eventualmente, ela precisou a reduzir sua participação no projeto, mas por motivos pessoais, já que ela estava lidando com um processo de falência (resultante de um investimento falho) e um divórcio doloroso e feio. Ela finalmente se casou de novo, feliz, tornou-se uma autora bem sucedido livro de receitas por conta própria.

'Stop The Train' por Henry Wolfe está incluída na trilha sonora. Henry (nome real Henry Gummer) é o filho de Meryl Streep.

Os editores de Houghton Mifflin mostram a Julia Child um livro intitulado "Home Cooking real" por um autor chamado Della Simmons. Tanto o livro quanto o autor são ficcionais.

Ambos os terminais de trem que aparecem no longa, Paris e Boston, são na verdade a maravilhosamente restaurada sala de espera do New Jersey Transit Hoboken Terminal Train.

A citação de Eric Powell ("Eu amo prazos. Gosto particularmente do chiado eles fazem como eles vão voando") foi originalmente dita por Douglas Adams, autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias. O próprio Eric explica isso, imediatamente após a entrega da linha.

Este é o segundo filme que Meryl Streep apareceu em que tem o nome "Julia" no título. A primeira foi sua estréia no cinema, Júlia, em 1977

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Palpites Leonardo da Silva para o Bolão do Oscar 2014

Quem disse que cinéfilos sem blog não podem palpitar na blogagem coletiva do Bolão do Oscar 2014? Pois algumas apostas chegaram por e-mail. Confira os palpites de  Leonardo da Silva:

  • Melhor filme - 12 Anos de Escravidão
  • Melhor diretor - Alfonso Cuarón - Gravidade
  • Melhor atriz - Cate Blanchett - Blue Jasmine
  • Melhor ator - Matthew McConaughey - Clube de Compras Dallas
  • Melhor ator coadjuvante - Jared Leto - Clube de Compras Dallas
  • Melhor atriz coadjuvante - Lupita Nyong'o - 12 Anos de Escravidão
  • Melhor canção original - "Let it Go" - Frozen - Uma Aventura Congelante
  • Melhor roteiro adaptado - 12 Anos de Escravidão
  • Melhor roteiro original - Ela
  • Melhor longa de animação - Frozen - Uma Aventura Congelante
  • Melhor documentário em longa-metragem - The Act of Killing
  • Melhor longa estrangeiro - A Grande Beleza
  • Melhor fotografia - Gravidade
  • Melhor figurino - Trapaça
  • Melhor documentário em curta-metragem  - Facing Fear
  • Melhor montagem - Gravidade
  • Melhor maquiagem e cabelo - Clube de Compras Dallas
  • Melhor trilha sonora - Ela
  • Melhor design de produção - O Grande Gatsby
  • Melhor animação em curta-metragem - Mr. Hublot
  • Melhor curta-metragem  - The Voorman Problem
  • Melhor edição de som - Gravidade
  • Melhor mixagem de som - Gravidade
  • Melhores efeitos visuais - Gravidade
Tem mais cinéfilos fazendo suas apostas, confira os comentários do post Bolão do Oscar, para conferir os pitacos nas páginas dos palpiteiros.

Julie & Julia

Ok, ok. Sabemos que Meryl não ganhou um Oscar (mas devia) por este filme. Contudo, precisávamos de um quarto filme para encerrar o mês Meryl Streep e o Oscar. E por que escolhemos Julie & Julia entre as outras 18 indicações da Diva? Simples: o longa culinário foi uma das inspirações para criar este projeto em forma de blog.
Julie & Julia
2009 - EUA
123 min, cor
Comédia, Drama, Biografia

Direção: Nora Ephron

Roteiro: Nora Ephron

Música: Alexandre Desplat

Elenco: Meryl Streep, Amy Adams, Stanley Tucci, Chris Messina, Linda Emond, Jane Lynch

Baseado em dois livros, My Life in France de Julia Child e Julie & Julia de Julie Powel.


domingo, 23 de fevereiro de 2014

Um filme fraco para uma figura forte

"Tô entediada..."

A dama de ferro (The iron lady, 2011) é um filme desperdiçado. Com uma atriz incrível no papel principal, uma produção e maquiagem primorosos, o filme se perde entre fazer uma biografia filmada, uma homenagem à mulher forte da Grã-Bretanha nos anos 1980, uma crítica política e um melodrama barato.

Acho que a maioria das pessoas já ouviu falar de Margareth Tatcher, primeira mulher a ser Primeira-Ministra britânica - uma mulher mais poderosa do que a rainha em si. Independente do que fez pela política mundial ou de seu país, é inegável o fascínio que a figura de uma mulher tão poderosa em um mundo tão masculino, que enfrentou tanto preconceito - seja por seu sexo ou por sua classe social - a história dela, que com a idade e a perda do amado marido acabou por deixá-la mentalmente desestabilizada; uma história de vida deveras interessante foi transformado em um filme chato pra caramba de se ver.

No fim do filme a gente não sabe direito o passado da protagonista, não conhece o legado dela (seja bom ou ruim, não dá pra saber porque o filme fica tão em cima do muro...), nem nada. A caracterização de Tacher é muito boa, mas Streep parece um pouco forçada demais - principalmente no sotaque. Não concordei muito com o fato dela ter ganhado o Oscar por esse filme não, ela teve muitos outras interpretações melhores e não ganhou nenhum prêmio. Nisso eu acho que devo culpar a diretora, Phyllida Lloyd. Ela não soube aproveitar o material que tinha nas mãos nem adoçar a interpretação de Meryl, extrair dela o que ela sabe fazer de melhor, e o resultado acabou ficando caricata apesar de seu inegável talento.  Uma pena.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Os posteres criativos de "A Dama de Ferro"

Não sabemos se são todos oficiais, ou fanart. Mas com certeza, estes posteres de A Dama de Ferro são tão criativos que não poderiam ficar sem uma galeria.






sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Meryl Streep e o Oscar por "A Dama de Ferro"

Vestida de dourado da cabeça aos pés, Meryl recebeu de seu colega Colin Firth (com quem atuou em Mamma Mia!) seu terceiro prêmio da Academia. Recebeu o prêmio de melhor atriz por interpretar Margareth Thacher em A Dama de Ferro.

No Oscar de 2012, a atriz competiu com Glenn Close (Albert Nobbs), Viola Davis (Vidas Cruzadas), Rooney Mara (Os Homens que não Amavam as Mulheres) e Michelle Williams (Sete Dias com Marilyn)

Vale lembrar que ela ganhou a estatueta de tamanho normal, não a gigante aí ao lado. Será que é igual a Taça Jules Rimet? No tri-campeonato você leva a grandona para casa?

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Prêmios de "A Dama de Ferro"

Segundo o IMDB, A Dama de Ferro recebeu 15 prêmios e outras 22 indicações. Confira alguns deles:

Oscar
  • Melhor Atriz - Meryl Streep
  • Melhor Maquiagem

Globo de Ouro
  • Melhor Atriz - Meryl Streep

BAFTA
  • Melhor Atriz - Meryl Streep
  • Melhor Maquiagem
Indicado para Melhor Ator Coadjuvante - Jim Broadbent, Melhor Roteiro Original

Screen Actors Guild Award
  • Indicação para Melhor Atriz - Meryl Streep

Australian Film Institute
  • Best Actress - Meryl Streep

Boston Society of Film Critics Awards
  • 2nd place - Best Actress Meryl Streep

British Independent Film Awards 2012
  • Indicações para Best Screenplay, Best Actress - Meryl Streep

Broadcast Film Critics Association Awards
  • Indicado para Best Actress - Meryl Streep, Best Makeup

Irish Film and Television Awards
  • Best Costume Design (Film/TV Drama)

London Critics Circle Film Awards
  • Actress of the Year - Meryl Streep
  • British Actress of the Year - Olivia Colman

New York Film Critics Circle Awards
  • Best Actress - Meryl Streep

Rembrandt Awards
  • Best International Actress (Beste Buitenlandse Actrice) - Meryl Streep

Southeastern Film Critics Association Awards
  • Best Actress - Meryl Streep

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

DVD, sofá, pipoca e Top100!

Prepare pipoca quentinha e não esqueça o refri, porque é hora de comemoração aqui no sofá! Pela primeira vez o DVD, Sofá e Pipoca entrou para a lista dos Top100 do Prêmio TopBlog. É a terceira vez que o blog participa, competindo na categoria "Arte e Cultura". O Prêmio já teve 5 edições, e premia as melhores páginas segundo os internautas e também através de um Juri Acadêmico.

Agora começa a segunda faze da competição, que vai escolher os "TOP3 - Os Finalistas" entre os 100 melhores. A votação vai até o dia 10/03/2014 às 14h (horário de Brasília). Quem votou na primeira fase pode votar novamente. O sistema aceita votos via Facebook e por e-mail. Então, dá até para votar mais de uma vez.

Não deixe de participar, e votar no DVD, Sofá e Pipoca!



terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Curiosidades de "A Dama de Ferro"

Dama de Ferro teve seu orçamento estimado em US$ 13 milhões.

Essa foi a segunda vez que a diretora Phyllida Lloyd e a atriz Meryl Streep trabalharam juntas. A anterior foi no grande sucesso de público e crítica Mamma Mia (2008).

Meryl Streep nunca conheceu Margaret Thatcher na vida real. Ela participou de uma de suas palestras em 2001 na Universidade de Northwestern, onde sua filha Mamie Gummer era estudante.

Streep se preparou para o papel passando meses assistindo transmissões de Margaret Thatcher, para aprender seus maneirismos e fala. Ela também conversou com dezenas de pessoas que a conheceram, incluindo o ex-líder do Partido Trabalhista Neil Kinnock, que enfrentou Thatcher na Câmara dos Comuns por sete anos.

Em um momento, Thatcher é mostrada fazendo sorvete para dar a um eleitor como parte de uma campanha eleitoral. Na vida real, Thatcher era química e desenvolveu o emulsionante para esse tipo particular de sorvete.

Logo no início do filme, um livro sobre Otto von Bismarck, conhecido como o "Chanceler de Ferro", é visível no apartamento de Thatcher.

Jogo dos 7 erros!
No Oscar 2012, o filme foi indicado a dois Oscars, Melhor Atriz e Melhor Maquiagem, e venceu os dois, conseguindo uma pontuação perfeita de duas vitórias em duas indicações. Essa façanha foi previamente também alcançado por Ed Wood (1994), que também ganhou dois Oscars de duas indicações. Os dois filmes ganharam na categoria Make-Up e um prêmio para o ator.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A Dama de Ferro

29 anos, e interpretar a primeira mulher a se tornar Primeira Ministra do Reino Unido. Foi o que precisou para Meryl levar seu 3° Oscar em sua 17ª indicação.
The Iron Lady
2011 - Reino Unido/França
104 min, cor
Drama, Biografia

Direção: Phyllida Lloyd

Roteiro: Abi Morgan

Música: Thomas Newman

Elenco: Meryl Streep, Alexandra Roach, Jim Broadbent, Harry Lloyd, Iain Glen, Olivia Colman, Anthony Head, Nicholas Farrell, Richard E. Grant, Susan Brown, Martin Wimbush, Paul Bentley, Robin Kermode, John Sessions, Roger Allam, David Westhead, Michael Pennington, Angus Wright, Julian Wadham, Nick Dunning, Pip Torrens, Ronald Reagan, Reginald Green.

Vencedor de 2 Oscar. Baseado na vida de Margaret Thacher.


domingo, 16 de fevereiro de 2014

Não leia sinopses, apenas assista!

Não leia sinopses de filmes antigos. Elas tem um enorme potencial para conter spoilers. Este é o caso das sinopses de "A Escolha de Sofia", que você encontra on-line. Apesar do titulo que aparentemente entrega o dilema do longa (Sofia precisa escolher), sua trama pode surpreender os desavisados, de forma adoravelmente triste e melancólica. Logo, segue minha resenha, com tentativa de evitar spoilers inclusa. Caso você seja um dos poucos sortudos que ainda não conhecem o dilema.


É na companhia do jovem aspirante a escritor Stingo (Peter MacNicol), que chegamos ao casarão cor de rosa onde vivem Sofia (Meryl Streep) e Nathan (Kevin Kline). O casal excêntrico logo adota Stingo como um de seus melhores amigos. Junto com ele, aos poucos vamos descobrindo as histórias sobre o casal, especialmente sobre Sofia.

Desde o mágico momento em que se conheceram, até segredos que um esconde do outro. Alternando as revelações com piqueniques no parque, festinhas privadas e outros prazeres da vida. Assim, o longa trata de forma simples assuntos complexos. Problemas psicológicos, doenças, adultério, mentira, confiança, e claro, a culpa. 

A culpa pelas escolhas que fazemos, e a capacidade de lidar com essas escolhas, ou mesmo com o fato de se abster delas. Afinal, o filme se chama "A Escolha de Sofia". E por incrível que pareça, a sequencia que dá título ao filme, e que até virou expressão idiomática em algumas situações dura cerca de 50 segundos. Revelada ao final do longa, é o clímax de um crescendo. Uma tensão que começa bem pequena, na primeira aparição de Sofia e dua característica tatuagem no braço.

Existe ainda uma mudança de fotografia durante os flashbacks, que ajudam a criar o tom melancólico do longa. Seja no passado quase em preto e branco de Sofia na Europa, ou na explosão do aconchegante e forte, porém instável vermelho que surge quando Nathan entra em sua vida. 

Além da escolha do roteiro em revelar histórias fortes em doses homeopáticas. A atuação do elenco apenas valoriza isso, competentes em alternar entre sequencias divertidas, à tensão e tristeza com a mesma qualidade. E claro, a impactante cena da escolha que além de curiosamente curta, já sabemos o resultado. Mesmo assim, é difícil ficar impassível, seja pela impactante interpretação de Streep, da forma como a cena foi montada, ou da eficiente escolha do roteiro, ao fragmentar a narrativa.

Como bônus, o filme ainda te deixa por dias, tentando compreender o porque da escolha de Sofia, ou mesmo como ela conseguiu toma-la sobre pressão, em poucos segundos. Não adianta, nunca entenderemos, afinal nunca sabemos se somos capazes de fazer algo, a menos que enfrentemos a situação. 

Um filme tocante, e cheio de discussões, merece ser visto da forma que planejaram, mantendo a tal escolha como incógnita até o fim. Então ao se deparar com uma sinopse espero que seja capaz de controlar a curiosidade e escolha, evitá-la! Boa sorte, a escolha é sua.

Discografia de Meryl Streep

Mamma Mia!
Acha Meryl versátil, espera só até conhecer sua discografia. Sim. Ela tem uma! Meryl teve sua voz registradas em narrações, como audiolivros e em trilhas sonoras dos filmes que participou, fossem musicais ou não.

I'm Checkin' Out, por exemplo tocava nas sequencias finais de Postcards from the Edge (1990). A canção foi indicada ao Oscar, Meryl não pode interpretá-la na cerimônia de premiação por estar nas últimas semanas da gravidez. Em narrações, foi quatro vezes indicada ao Grammy na categoria Melhor Album Infantil Falado. Confira a lista completa:

Como cantora
1984 - Silkwood
1990 - Postcards From de Edge
1991 - For Our Children
1992 - Death Becomes Her
1995 - I Will Sing Life: Voices from the Hole in the Wall Gang
1999 - A Child's Celebration of Classical
2002 - Philadelphia Chickens
2006 - A Prairie Home Companion
2008 - Robert Benford Lepley: Visions Within
2008 - Mamma Mia! The Movie Soundtrack
2014 - Into The Woods (previsto)

Narrações
1984 - The Velveteen Rabbit
1987 - Tale of Peter Rabbit
1988 - The Tailor of Gloucester
1993 - The Night Before Christmas
1995 - Passion: Women on Women
1995 - Fifty Poems of Emily Dickinson
1996 - Ancient Tower
1996 - Babar the Elephant
1998 - The Greatest American Poetry
2000 - Dance on a Moonbeam
2002 - Chrysanthemum
2003 - The John Cheever Audio Collection
2007 - The One and Only Shrek
2010 - Words for You - The Next Chapter
2011 - Haiti After The Earthquake
2013 - The Testament of Mary
2013 - Heartburn

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Bolão do Oscar 2014

Carnaval? Não estamos sabendo da data não. O que sabemos é que este ano 02 de Março é domingo de Oscar. E se tem a maior premiação do cinema, também tem a mais tradicional blogagem coletiva cinéfila, o Bolão do Oscar do DVD, Sofá e Pipoca.

Em ano que a maioria dos bolões da rede funcionam com formulários prontos. Os palpites por aqui continuam com sua forma tradicional. Escreva um post em seu blog, publique uma lista no Tumblr, faça um vídeo no YouTube, escreva um longo comentário no facebook, até postar uma foto dos seus palpites escritos no Instagram tá valendo. Não usa nada disso? Mande os palpites pra gente, que publicamos para você.

Justifique seus palpites, diga para quem está torcendo, quem deveria ganhar, quem tem mais chances. A intenção é promover discussão e colocar muita gente interessante da internet para pensar cinema!

E se você é um grande pensador cinéfilo e palpitar melhor que todos, você ganha um incrível e exclusivo.... selinho! É isso mesmo, os prêmio é a chance de olhar para os outros cinéfilos e gritar: Aha! Sou melhor cinéfilo que você. Afinal, discutimos cinema porque amamos a 7ª arte e não para ganhar brindes aleatórios.

Sem mais delongas seguem as regras:
  1. Os concorrentes devem divulgar suas apostas (para todas as categorias), até 01 de Março, o sábado que antecede a premiação.
  2. Não esqueça de levar o selo da blogagem (a imagem que ilustra este post) coletiva para seu blog, facebook, Tumbrl, ou qualquer lugar que você cismar em postar seus palpites.
  3. Deixe um link do seu post aqui mesmo nos comentários deste texto, para sabermos que está participando.
  4. Também é possível enviar os palpites para publicarmos por aqui, caso você não tenha um blog. Só não esqueça de se identificar direitinho no e-mail.
Viu, é fácil! Não tem motivos para não participar. Façam suas apostas e boa sorte!!!
selo do bolão
confira os vencedores das edições 2011, 2012 e 2013 do bolão. 
Uma ajudinha, abaixo os candidatos deste ano:

Melhor filme
Trapaça
Capitão Phillips
Clube de Compras Dallas
Gravidade
Ela
Nebraska
Philomena
12 Anos de Escravidão
O Lobo de Wall Street

Melhor diretor
David O. Russell - Trapaça
Alfonso Cuarón - Gravidade
Steve McQueen - 12 Anos de Escravidão
Martin Scorsese - O Lobo de Wall Street
Alexander Payne - Nebraska

Melhor atriz
Cate Blanchett - Blue Jasmine
Amy Adams - Trapaça
Sandra Bullock - Gravidade
Judi Dench - Philomena
Meryl Streep - Álbum de Família

Melhor ator
Christian Bale - Trapaça
Bruce Dern - Nebraska
Leonardo DiCaprio - O Lobo de Wall Street
Chiwetel Ejiofor - 12 Anos de Escravidão
Matthew McConaughey - Clube de Compras Dallas

Melhor ator coadjuvante
Barkhad Abdi - Capitão Phillips
Bradley Cooper - Trapaça
Michael Fassbender - 12 Anos de Escravidão
Jonah Hill - O Lobo de Wall Street
Jared Leto - Clube de Compras Dallas

Melhor atriz coadjuvante
Sally Hawkins - Blue Jasmine
Jennifer Lawrence - Trapaça
Lupita Nyong'o - 12 Anos de Escravidão
Julia Roberts - Álbum de Família
June Squibb - Nebraska

Melhor canção original
"Happy" - Meu Malvado Favorito 2
"Let it Go" - Frozen - Uma Aventura Congelante
"The Moon Song" - Ela
"Ordinary Love" - Mandela

Melhor roteiro adaptado
Antes da Meia-Noite
Capitão Phillips
Philomena
12 Anos de Escravidão
O Lobo de Wall Street

Melhor roteiro original
Trapaça
Blue Jasmine
Clube de Compras Dallas
Ela
Nebraska

Melhor longa de animação
Os Croods
Meu Malvado Favorito 2
Ernest & Celestine
Frozen - Uma Aventura Congelante
The Wind Rises

Melhor documentário em longa-metragem
The Act of Killing
Cutie and the Boxer
Dirty Wars
The Square
20 Feet From Stardom

Melhor longa estrangeiro
The Broken Circle Breakdown
A Grande Beleza
A Caça
The Missing Picture
Omar

Melhor fotografia
O Grande Mestre
Gravidade
Inside Llewin Davis: Balada de um Homem Comum
Nebraska
Os Suspeitos

Melhor figurino
Trapaça
O Grande Mestre
O Grande Gatsby
The Invisible Woman
12 Anos de Escravidão

Melhor documentário em curta-metragem
CaveDigger
Facing Fear
Karama Has No Walls
The Lady in Number 6: Music Saved My Life
Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall

Melhor montagem
Trapaça
Capitão Phillips
Clube de Compras Dallas
Gravidade
12 Anos de Escravidão

Melhor maquiagem e cabelo
Clube de Compras Dallas
Vovô Sem-Vergonha
O Cavaleiro Solitário

Melhor trilha sonora
A Menina que Roubava Livros
Gravidade
Ela
Philomena
Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Melhor design de produção
Trapaça
Gravidade
O Grande Gatsby
Ela
12 Anos de Escravidão

Melhor animação em curta-metragem
Feral
Get a Horse!
Mr. Hublot
Possessions
Room on the Broom

Melhor curta-metragem
Aquel No Era Yo (That Wasn't Me)
Avant Que De Tout Perdre (Just Before Losing Everything)
Helium
Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa? (Do I Have to Take Care of Everything?)
The Voorman Problem

Melhor edição de som
Até o Fim
Capitão Phillips
Gravidade
O Hobbit - A Desolação de Smaug
O Grande Herói

Melhor mixagem de som
Capitão Phillips
Gravidade
O Hobbit - A Desolação de Smaug
Inside Llewin Davis: Balada de um Homem Comum
O Grande Herói

Melhores efeitos visuais
Gravidade
O Hobbit - A Desolação de Smaug
Homem de Ferro 3
O Cavaleiro Solitário
Star Trek - Além da Escuridão

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Meryl Streep e o Oscar por "A Escolha de Sofia"

No canal do Oscar no YouTube, você pode encontrar os vídeos de premiação na íntegra. Como este, de  Meryl recebendo seu segundo careca dourado. 

Sylvester Stalone entregou o prêmio que Streep disputou com, Julie Andrews (Vítor ou Vitória?), Debra Winger (A Força do Destino), Sissy Spacek (Desaparecido, Um Grande Mistério), Jessica Lange (Frances).

Assista o vídeo abaixo e não deixe de acompanhar nosso mês especial "Meryl Streep e o Oscar".

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Prêmios de "A Escolha de Sofia"

Oscar
  • melhor atriz (Meryl Streep).
Indicado nas categorias de melhor fotografia, melhor figurino, melhor trilha sonora original e melhor roteiro adaptado.

BAFTA
Indicado na categoria de melhor atriz (Meryl Streep) e melhor ator estreante (Kevin Kline).

Academia Japonesa de Cinema 
Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Globo de Ouro
  • melhor atriz - drama (Meryl Streep).

Indicado nas categorias de melhor filme - drama e novo astro do ano em cinema (Kevin Kline).

Prêmio NSFC (National Society of Film Critics Awards, EUA)
  • melhor atriz (Meryl Streep).

Prêmio NYFCCA (New York Film Critics Circle Awards, EUA)
  • melhor atriz (Meryl Streep)
  • melhor fotografia (Néstor Almendros).

Kinema Junpo Awards
  • Best Foreign Language Film

Los Angeles Film Critics Association Awards
  • melhor atriz (Meryl Streep).

Boston Society of Film Critics Awards
  • melhor atriz (Meryl Streep)

Kansas City Film Critics Circle Awards
  • melhor atriz (Meryl Streep) empatada com Julie Andrews por Victor ou Victoria (1982).

Mainichi Film Concours
  • Best Foreign Language Film

National Board of Review, USA
  • Best Actress - Meryl Streep
  • Top Ten Films

New York Film Critics Circle Awards
  • Best Actress - Meryl Streep
  • Best Cinematographer - Néstor Almendros

Robert Festival
  • Best Foreign Film