3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Todo mundo mente!

Não, a produção de hoje nada tem a ver com a série House. Contudo o lema do rabugento médico é mais que comprovado em A Regra do Jogo. Jean Renoir nos apresenta o mundo da alta sociedade francesa, onde a sinceridade é chata e desinteressante, logo, todo mundo mente!

A trama se passa em uma festa de caça. Isso mesmo! Um fim de semana entre amigos no qual, além de promoverem animados jantares e festas, todos caçam juntos. Impossível não achar inusitada a cena onde os criados andam pela propriedade batendo nas árvores e fazendo barulho para que os animais silvestres fujam para área onde os patrões esperam com suas armas a postos.

Falando em patrões e empregados, o filme também mostra as complicadas relações entre eles. Resultado do convívio constante e os vários segredos compartilhados.

Um enorme número de personagens dividem a tela igualmente, Renoir, não privilegia nenhum em especial. Estilo que pode causar um pouco de confusão, - quem é quem? - mas também possibilita conhecer cada um deles, bem como seus segredos.

Há o marido que trai a mulher, que por sua vez teve um caso com um famoso aviador, ainda apaixonado por ela. A jovem que nutre um amor secreto pelo piloto. A criada que é mais fiel a patroa, que ao marido, o que não a impede de também ter um amante. Tudo envolto em uma atmosfera de luxo e futilidade.

Romances, amores platonicos, traição, fidelidade. São tantos segredos e histórias paralelas que o resultado só pode ser o caos. Confusão que abriga desde uma correria estilo comédia pastelão que conduzem a história a um final de atitudes impulsivas extremadas e desnecessárias.

Pode até parecer confuso, mas impossível não achar interessante bisbilhotar a vida alheia. Após assistir A Regra do Jogo, não me admira que todos mintam, afinal a intriga parece fazer parte da natureza humana.

2 comentários:

Pensador Louco disse...

Assisti o filme de Renoir nos anos 90, numa exibição do Estação Botafogo e gostei muito.

O filme é mesmo uma reviravolta de casos e descasos, mentiras e explicações.

Grande dica de filme, parabéns.

Se pudesse, queria fazer um pedido. Recentemente consegui comprar o DVD de Alphaville, de Goddard, e queria vê-lo "resenhado" aqui. É um filme muito bom.

Abração e boa semana.

Fabiane Bastos disse...

Obrigada!

É claro que pode pedir sim! Também pode opinar a vontade, ou mesmo escrever sua própria resenha. O espaço está aberto para qualquer um que queira participar, é só enviar seu texo para nos.

Quanto a Alphaville, pedido devidamente anotado. Espere a resenha para as próximas semanas!

E volte sempre! Toda semana um novo clássico no aqui no DVD, Sofá e Pipoca!