3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sábado, 19 de junho de 2010

Dificuldade Cinéfila

Essa não! Não consegui ver o filme da semana!!!
Sentiu falta da minha resenha essa semana? Pois é! Demorou mas finalmente aconteceu. Fiquei de fora do sofá e não consegui assistir O Nascimento de uma Nação.

Diferente de minhas colegas de blog que vivem na Cidade Maravilhosa, a blogueira que vos escreve mora em uma cidade mais modesta. Nas locadoras de Magé filmes como Coraline e o Mundo Secreto e O Labirinto do Fauno, são considerados desnecessários. Ao menos são conhecidos, quando pedi A Viagem de Chihiro, o atendente me mandou ir a farmácia. Imagina encontrar um filme de 1915! (Pessoalmente desisti quando descobri que não tinham Tubarão, TUBARÃO!)

Procurei nas cidades vizinhas e até em meios menos recomendáveis ou mesmo lícitos (É! Tentei baixar na Internet. Não gosto mas, fazer o que!). Tentei de todas as maneiras possíveis e imagináveis, mas não teve jeito. É meu, o primeiro "bolo" no desafio!

Admito minha derrota, mas vou continuar procurando o longa (sabe onde encontrar? Me conte!), e prometo uma resenha atrasada. Ao menos meu fracasso serviu para evidenciar os dois maiores problemas enfrentados por cinéfilos:

O primeiro é o domínio dos blockbustes no mercado. Comum em locadoras de pequeno porte, e mais grave ainda em cidades que só contam com locadoras assim. Homem-Aranha, Sr. e Sra. Smith, sempre chegam com múltiplas cópias. Contudo se você curte um Watchmen ou Oito Mulheres talvez você precise comprar sua cópia. O lema é: se aluga pouco, não vale a pena ter cópia.

Quando o filme é novo dá-se um jeito. Compramos, emprestamos, alugamos... Mas e quando o filme é antigo? O segundo problema afeta até quem mora em grandes cidade com uma infinidade de locadoras a disposição.

Filmes antigos, são difíceis de encontrar! Se o título for nacional então...
A Internet ajuda, mas a qualidade das cópias muitas vezes é ruim, assistir no pc não é tão legal quanto no confortável sofá da sala. E o bom cinéfilo, ainda fica com a pulga atrás da orelha, é pirataria!

Como culpar os pirateiros se esse é o único modo de ter acesso a alguns filmes? Os autores que me perdoem, não estou fazendo dinheiro as suas custas, e nem prejudicando vocês. Apenas quero conhecer, as obras que tanto defendem. Ufa! Desabafei.

E você, caro leitor cinéfilo? Quais as dificuldades que encontra para exercer sua cinefilia?

Prometo uma boa resenha para o próximo filme, que além de comemorar uma data importante aqui no blog, já está muito bem acomodado em minha estante. Não tem como eu faltar! Ficou curioso? Volte amanhã  e descubra o filme da semana e o que ele comemora!

Até!

0 comentários: