3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Os vários nomes d'Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado

Oi, meu nome é Tom. Mas pode chamar de Romeo!

Romeo G. Detlev Jr. Reconhece este personagem? Não? É porque o nome mais temido do mundo bruxo não é o mesmo para todos os trouxas! Quem leu Harry Potter e a Câmara Secreta em português sabe que o ex-aluno da Sonserina Tom Servolo Riddle construiu para si um pseudônimo, a partir de um anagrama de sua verdadeira identidade. Embaralhou as letras e chegou à mensagem: "Eis Lord Voldemort". 

Acontece que, no livro original de J.K. Rowling, Você-Sabe-Quem foi batizado como Tom Marvolo Riddle ("I am Lord Voldemort"), nome mantido na tradução do filme aqui no Brasil. Uma diferença mínima, como se pode notar. Mas em outros cantos do planeta, o idioma dificultou um pouco a vida dos tradutores, que tiveram que criar soluções, digamos, criativas para o problema. Veja como o Lorde das Trevas é chamado (ou não!) em outras línguas.

Alemão: Tom Vorlost Riddle ("Ist Lord Voldemort"/"É Lord Voldemort")

Dinamarquês: Romeo G. Detlev Jr. ("Jeg er Voldemort"/"Eu sou Voldemort") 

Espanhol: Tom Sorvolo Ryddle ("Soy Lord Voldemort"/"Sou Lord Voldemort")

Finlandês: Tom Lomen Valedro ("Ma olen Voldemort"/"Eu sou Voldemort")

Francês: Tom Elvis Jedusor ("Je suis Voldemort"/"Eu sou Voldemort") 

Galego: Tom Morlov Riddle ("Milord Voldemort")

Grego: Anton Morvol Hert ("Arhon Voldemort"/"Lord Voldemort")

Italiano: Tom Orvoloson Riddle ("Son io Lord Voldemort"/"Eu sou Lord Voldemort")

Norueguês: Tom Dredolo Venster ("Voldemort den Store"/"Voldemort, o Grande")

Russo: Tom D. Dvolloder Rebus ("Lord Sudeb Voldemort"/"Lord Voldemort")
Sueco: Tom Gus Mervolo Dolder ("Ego sum Lord Voldemort"/"Eu sou Lord Voldemort")


Particularmente, acho mais sensata a atitude do tradutor polonês, por exemplo, que decidiu manter o nome original. Imagina a sopa de letrinhas que ia ficar o nome de Tom Riddle! Mas a versão brasileira também cometeu seus pecadinhos: se as crianças podem ler Harry e Hermione, por que mudar Tio Vernon para Tio Válter ou James Potter para Tiago Potter? É o tipo de interferência que acho desnecessária na história. E vocês?

6 comentários:

Fabiane Bastos disse...

Também não gosto muito das mudanças de nome, especialmente do Monstro/Kreatcher.

Mas o Tiago/James, aparentemente segue a tradução da Bíblia. Por isso que, a exceção de Petter Pan, todo Petter vira Pedro.

Geisy Almeida disse...

Elvis não morreu!!! pelo menos na versão francesa do nome de Voldemort hehehe

cara, muito bizarro isso! o dinamarquês viajou na maionese... a sacada do "Jr." foi tudo! rs

muito melhor a idéia do polonês, que viu que a coisa ia ficar feia pra traduzir o nome e deixou do jeito que tava rs só me pergunto como foi que explicaram pras crianças o que significa "I am Lord Voldemort"...

Giselle de Almeida disse...

Tem toda razão, Fabi. Não tinha pensado nisso. Mas, em geral, sou contra tradução de nomes. Ainda mais quando nem todos têm correspondentes em português. As crianças de hoje são bem espertinhas pra pronunciarem nomes em inglês! E aí a gente não precisa de aberrações como Romeo Jr. Quer dizer... na verdade, adorei isso! ahahahaha

Isy, acho que uma nota de rodapé é muito útil nesses casos! :)

vanzhan disse...

Concordo, acho o nome deveria ser mantido, pq de acordo com a obrigatoriedade das linguas, os nomes sempre são os mesmo, independente de qual seje as circunstâncias. Acho super errado essa torca dos nomes.

Fabiane Bastos disse...

Taí, uma coisa para lutarmos c/ as editoras. Vivemos em um mundo global, dá p/ entender ao menos os nomes gringos.

Obrigada pela visita, vanzhan. E volte sempre!

Anônimo disse...

tambem concordo para não haver mudanças no nomes ja que a historia em se não muda de ambiente..

quer ganhar dinheiro apenas clicando em anuncios ?!?!

http://www.neobux.com/?r=kl0r0