3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Curiosidades de Bastardos Inglórios

Quentin Tarantino começou a escrever o roteiro de Bastardos Inglórios antes de Kill Bill (2003), mas adiou o projeto por não encontrar, na época, um bom final para a história contada.

O Narrador é Samuel L. Jackson;

O diretor Tom Tykwer foi o responsável pela tradução dos diálogos do roteiro para alemão;

Tim Roth esteve em negociações para interpretar o tenente Archie Hicox;

A personagem Francesca Mondino foi escrita especialmente para Julie Dreyfus;

O nome do personagem de Brad Pitt é uma homenagem ao ator e veterano da 2ª Guerra Mundial Aldo Ray;

Shosanna Dreyfus recebeu o nome da atriz Julie Dreyfus, que aparece no filme como Francesca Mondino.

O nome da personagem de Mike Myers (General Ed Fenech) é uma homenagem à atriz Edwige Fenech;

O nome do personagem de Til Schweiger é uma homenagem ao ator Hugo Stiglitz (Hugo Stiglitz);

O nome de Dieter Hellstrom é uma referência à personagem da Marvel Comics Daimon Hellstrom, o Filho de Satã (também conhecido como Hellstorm).

Eli Roth ganhou 15 kg de músculo para interpretar o sargento Donny Donowitz;

Ennio Morricone chegou a ser contratado para compôr a trilha sonora, mas deixou o projeto para trabalhar em Baaria - A Porta do Vento (2009);

No material de divulgação do filme na Alemanha a suástica foi retirada ou coberta, de forma a não violar a lei local que impede a divulgação de símbolos nazistas;

Em Portugal, o filme tem o curioso título de Sacanas Sem Lei.

Quentin Tarantino trabalhou no roteiro por quase uma década.

O corte final do filme tinha três horas e dez minutos. Antes de sua primeira exibição pública, Quentin Tarantino e Sally Menke o reduziram ao seu tamanho final, em dois dias.

Quando Shosanna (Mélanie Laurent) menciona ex-atriz da UFA Lilian Harvey, Joseph Goebbels (Sylvester Groth) lança uma birra e grita nunca mencionar esse nome na sua presença. Lilian Harvey teve que fugir da Alemanha nazista em 1939depois de ajudar o coreógrafo judaico Jens Keith a fugir para a Suíça.

Durante o jogo de cartas na taverna LaLouisiane, o cartão que Hellstrom (o maior da Gestapo) tem que identificar é King Kong, um dos filmes favoritos de Adolf Hitler.

Um dos nomes judaicos esculpidos no The Bear Jew's bat é Anne Frank.

Daniel Brühl dublou a si mesmo para a versão em espanhol do filme.

Christoph Waltz dubbed his own performance in the German version.

Filme de Quentin Tarantino, de maior bilheteria desde Pulp Fiction.

O papel do pai de Shosanna Dreyfus, Jakob (brevemente visto escondendo debaixo das tábuas do assoalho na casa de Perrier LaPadite), foi vivido pelo ator suíço Patrick Elias, cujo pai, Buddy Elias, é um primo de Anne Frank.

A personagem Christoph Waltz fala mais línguas no filme que qualquer um no set, 4 (Inglês, Francês, Alemão e Italiano).

Para se preparar para seu papel, Mélanie Laurent trabalhou como projecionista filme por algumas semanas no New Beverly Cinema, projetando principalmente desenhos animados e trailers antes dos shows. O verdadeiro teste estabelecido pelo Quentin Tarantino era para ela exibir Cães de Aluguel.

2 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Morricone fez a escolha certa. BAARIA é belíssimo.

O Falcão Maltês

Fabiane Bastos disse...

Não tive a oportunidade de conhecer. Tem resenha no seu blog?

valeu pela visita!