3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Curiosidades de Laranja Mecânica

Laranja Mecânica é baseado na obra literária homônima de Anthony Burgess.

No livro, o sobrenome de Alex em momento algum é revelado. Comenta-se que DeLarge seja uma referência a um momento no livro em que Alex chama a si mesmo de "Alexander the Large".

Primeiro roteiro solo de Stanley Kubrick. Das 11 adaptações que Stanley Kubrick trabalhou em sua carreira, esta é a menos modificado a partir seu material de origem.

Excepcionalmente para um filme deste período, todos os créditos estão no final.

Basil, a cobra, foi colocada nas filmagens após o diretor Stanley Kubrick descobrir que Malcolm McDowell tinha medo delas.

Stanley Kubrick certa vez declarou que, se não pudesse contar com Malcolm McDowell, provavelmente não teria feito Laranja Mecânica.

A linguagem utilizada por Alex foi inventada pelo autor Anthony Burgess, que misturou palavras em inglês, em russo e gírias.

Stanley Kubrick propositalmente cometeu alguns erros de continuidade em Laranja Mecânica. Os pratos em cima da mesa trocam de posição e o nível de vinho nas garrafas muda em diversas tomadas, com a intenção de causar desorientação ao espectador.

O livro em que Frank Alexander trabalhava quando Alex e sua gangue invade sua casa chamava-se "A clockwork orange".

O filme foi retirado de cartaz no Reino Unido a mando de Stanley Kubrick. Irritado com as críticas recebidas, de que Laranja Mecânica seria muito violento, Kubrick declarou que o filme apenas seria exibido lá após sua morte.

Anthony Burgess originalmente vendera os direitos do filme para Mick Jagger por US $ 500 quando ele precisou de dinheiro rápido. Jagger pretendia fazê-lo com os Rolling Stones como os droogs, mas depois re-vendeu os direitos por um valor muito superior. Ken Russell foi então nomeado para dirigir porque seu estilo foi considerado adequado para o material. Ele teria lançado Oliver Reed como Alex. Tinto Brass foi outro diretor possível. Em algum momento, alguém sugeriu reescrever as droogs como meninas de minissaia ou pensionistas de idosos.

Durante as filmagens da cena de Ludovico, Malcolm McDowell arranhou uma de suas córneas e ficou temporariamente cego. Ele tambémeve costelas quebradas durante a filmagem.

Um dos dois únicos filmes x rated em sua versão original (sendo o outro Perdidos na Noite) a ser nomeado para Melhor Filme no Oscar.

O primeiro filme a fazer uso de som Dolby.

A campainha da residência Alexander, "Home", reproduz as quatro primeiras notas da "Quinta Sinfonia" Ludwig van Beethoven (mas em uma chave diferente).

Stanley Kubrick lidou com a campanha publicitária, incluindo cartazes, comerciais, o trailer, etc

O filme foi lançado pouco mais de um ano após o começo da fotografia principal, o mais rápido longa, filmado, editado e lançado por Stanley Kubrick.

Stanley Kubrick fez seu assistente destruir todas as cenas não utilizadas. Ops! Significa poucos extras para o Blu Ray???

De acordo com Malcolm McDowell (na faixa de comentários do lançamento do DVD 2007), a cena de sexo sped-up foi originalmente filmado como uma tomada ininterrupta com duração de 28 minutos.

A cena final foi realizada após 74 takes.

Malcolm McDowell está realmente urinando no vaso sanitário na cena no início do filme, quando ele vai para casa e prepara-se para a cama. Ele bebeu muito café antes de filmar a cena.

Embora ele estivesse interpretando um adolescente de 15 anos de idade (17 na segunda metade), Malcolm McDowell tinha na verdade 27, no momento da filmagem.

Um dos primeiros filmes a empregar microfones de rádio para gravar o som.

Antes da cena de estupro ser filmada, Adrienne Corri caminhou até Malcolm McDowell e disse: "Bem, Malcolm, hoje você vai descobrir que eu sou uma ruiva de verdade".

Um dos filmes de maior bilheteria de 1971 e maior filme da Warner Brothers em bilheteria no ano.

1 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Blog fantástico, é para mim um privilégio poder ler as suas palavras, de certo que mais vezes virei aqui, no entanto agora vim para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog.
Quero apresentar o Peregrino E Servo. Gostava que visse meu blog e desejar fazer parte dos meus amigos virtuais esteja à vontade, mas faça-o apenas se desejar.
Muitas felicidades e saúde.
Sou António Batalha.