3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 4 de junho de 2013

Curiosidades de O Bebê de Rosemary

O bebê de Rosemary nasceu em junho de 1966 (6/66).

Esta foi primeira adaptação de Roman Polanski, e é muito fiel ao romance. Pedaços de diálogo, esquemas de cores e roupas foram recriadas literalmente.

Também foi o primeiro filme americano de Roman Polanski. Seu primeiro filme americano seria Os Amantes do Perigo, mas Robert Evans, da Paramount  decidiu que "O Bebê de Rosemary" seria mais adequado para Polanski.

Este filme, junto com Repulsa ao Sexo  e O Inquilino, formam uma trilogia de Roman Polanski sobre os horrores do apartamento.

Ruth Gordon foi a primeira atriz a ganhar um Oscar por um filme de terror (Melhor Atriz Coadjuvante de 1969).

É de Tony Curtis a voz no telefone do personagem que fica cego pela maldição de bruxa, assim que o marido de Rosemary consegue um trabalho de qualidade.

Mia Farrow faz os vocais na canção da seqüência de créditos.

Mia Farrow realmente comeu fígado cru para uma cena no filme.

O último filme do criador de efeitos especiais Farciot Edouart.

De acordo com Mia Farrow, as cenas em que Rosemary anda na frente de trânsito foram espontâneas e genuínas. Roman Polanski teria dito a atriz "que ninguém atropelar numa mulher grávida."

Há um rumor popular que o fundador da Igreja de Satanás, Anton LaVey deu assessoria técnica e retratou Satanás na fase de impregnação. Isso é falso - LaVey não teve envolvimento com o filme.

O Edifício Dakota em Upper West Side de Manhattan foi rebatizado de  The Bramford para o filme.

Rosemary (Mia Farrow) diz a Terry Gionoffrio (Angela Dorian), "Eu pensei que você fosse Victoria Vetri, a atriz," Terry responde  que: "Todo mundo diz isso, mas eu não vejo a semelhança." Victoria Vetri é o verdadeiro nome de Angela Dorian.

Entertainment Weekly considerou este o décimo filme mais assustador de todos os tempos.

A cena da  cabine telefônica foi filmada em um, take ininterrupto.

0 comentários: