3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Curiosidades de Para Sempre Cinderela

 No filme, a pintura feita para a personagem de Drew Barrymore por Leonardo Da Vinci teve como modelo "La Scapigliata" (também de Da Vinci).
Quadro original de DaVinci e versão feita para o filme
Como retratado no filme, o verdadeiro Leonardo da Vinci manteve a Mona Lisa com ele o tempo todo, até sua morte. Mas a obra na verdade foi pintada num painel de madeira. Isso tornaria impossível enrolar a pintura (como é feito com uma tela) para ser colocada num tubo. Após a morte de Leonardo da Vinci, o Rei François I da França (chamado no filme de Francis) comprou a pintura de Mona Lisa por um valor que atualmente seria algo em torno de 4000 euros.

Quando Danielle aparece nadando no lago, ela faz os movimentos do nado de costa invertido. Na verdade esse estilo era popular na Renascença da Europa medieval, mas hoje está praticamente em desuso.

O vestido azul pálido Danielle usa o dia em que ela e Henry visitam o mosteiro é exatamente o mesmo vestido que Marguerite se recusou a usar para ir ao jogo de tênis no qual capturou a bola. Ela rejeitou o azul porque "cinquenta outras meninas vão estar usando exatamente a mesma cor."


As sandálias de vidro da Cinderela para o filme foram criadas por Salvatore Ferragamo.

O mesmo colar que Marguerite devolve à Rainha fora da igreja é mais tarde usado por Danielle na cena em que Marguerite e sua madrasta estão sendo despojadas de seus títulos e condenadas a trabalhar na lavandaria.

No começo do filme, quando os Irmãos Grimm estão coversando com a rainha sobre as muitas e diferentes versões da história da Cinderela, eles mencionam uma na qual as sandálias que a jovem usa no baile seria feita de pele e não de vidro. Essa é uma referência à versão de Charles Perrault, que pela primeira vez introduziu na história as sandálias de vidro (em francês, "pantoufle de verre"), o que para alguns foi na verdade uma má interpretação das palavras "pantoufle de vair".

Em um momento a Rainha Maria (Judy Parfitt) diz a Henry (Dougray Scott) para escolher uma esposa com sabedoria, porque "o divórcio é algo que se faz apenas na Inglaterra." Esta é, obviamente, uma referência ao famoso Henrique VIII da Inglaterra, que causou um imenso escândalo quando ele se divorciou de Catarina de Aragão para Anne Boleyn no início do século 16. História que acompanhamos aqui este ano no longa A Outra.

0 comentários: