3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Curiosidades de "A Dama de Ferro"

Dama de Ferro teve seu orçamento estimado em US$ 13 milhões.

Essa foi a segunda vez que a diretora Phyllida Lloyd e a atriz Meryl Streep trabalharam juntas. A anterior foi no grande sucesso de público e crítica Mamma Mia (2008).

Meryl Streep nunca conheceu Margaret Thatcher na vida real. Ela participou de uma de suas palestras em 2001 na Universidade de Northwestern, onde sua filha Mamie Gummer era estudante.

Streep se preparou para o papel passando meses assistindo transmissões de Margaret Thatcher, para aprender seus maneirismos e fala. Ela também conversou com dezenas de pessoas que a conheceram, incluindo o ex-líder do Partido Trabalhista Neil Kinnock, que enfrentou Thatcher na Câmara dos Comuns por sete anos.

Em um momento, Thatcher é mostrada fazendo sorvete para dar a um eleitor como parte de uma campanha eleitoral. Na vida real, Thatcher era química e desenvolveu o emulsionante para esse tipo particular de sorvete.

Logo no início do filme, um livro sobre Otto von Bismarck, conhecido como o "Chanceler de Ferro", é visível no apartamento de Thatcher.

Jogo dos 7 erros!
No Oscar 2012, o filme foi indicado a dois Oscars, Melhor Atriz e Melhor Maquiagem, e venceu os dois, conseguindo uma pontuação perfeita de duas vitórias em duas indicações. Essa façanha foi previamente também alcançado por Ed Wood (1994), que também ganhou dois Oscars de duas indicações. Os dois filmes ganharam na categoria Make-Up e um prêmio para o ator.

0 comentários: