3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Curiosidades de "A Escolha de Sofia"

Baseado no romance hoomônimo de William Styron, lançado em 1979.

Meryl Streep literalmente implorou para interpretar Sofia. Ela chegou a se ajoelhar diante do diretor Alan J. Pakula. Felizmente o cineasta atendeu ao pedido da atriz. Marthe Keller e Barbra Streisand também fizeram testes para o papel.

Meryl Streep não só aprendeu o sotaque polonês, mas também aprendeu a falar alemão e polonês, a fim de ter o sotaque correto de um refugiado polonês.

Meryl Streep fez a cena final (a tal escolha) em uma única tomada e se recusou a fazê-lo novamente, dizendo que como mãe, ela achou muito dolorosa e emocionalmente desgastante. Anos mais tarde, Streep apareceu no programa de Oprah Winfrey e da cena foi mostrada. Meryl estava desconfortável enquanto o vídeo estava sendo exibido e revelou que nunca tinha visto a cena antes naquele momento.

Depois de vê-lo no filme, John Cleese decidiu colocar Kevin Kline em seu filme Um Peixe Chamado Wanda (1988).

Este foi o segundo filme de Kevin Kline. The Pirates of Penzance (1983) foi filmado primeiro, tornando-se sua estréia no cinema, no entanto, devido a atrasos na pós-produção, foi lançado depois de A Escolha de Sofia (1982).

2 comentários:

Jefferson C. Vendrame disse...

A Escolha de Sofia é um filme simplesmente INESQUECÍVEL.

Fabiane Bastos disse...

Opa! Bom saber, indo descobrir pessoalmente agorinha.

Volte sempre!