3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Diários de Motocicleta - a jornada real

Ernesto Guevara (à direita) com Alberto Granado  (esquerda) a bordo de sua
 jangada "Mambo-Tango"  no rio Amazonas, em junho de 1952.
Ernesto Guevara (esquerda) segurando o guidão de sua 
motocicleta de 500cc monocilíndrico Norton que usou 
no início da  sua viagem pela América do Sul.
Caso você tenha estado com o pé na estrada na última década e ainda não saiba, o filme Diários de Motocicleta é baseado no livro de memórias homônimo escrito por Ernesto Guevara. O futuro "Che" Guevara, então um estudante de medicina de 23 anos de idade, e seu amigo Alberto Granado, bioquímico de 29 anos de idade, deixaram Buenos Aires, Argentina, em janeiro de 1952 em uma moto apelidada de "La Poderosa". Eles desejavam explorar a América do Sul que conheciam apenas por livros.

Antes do nascimento do revolucionário, antes de toda a luta que o tornaria uma. O livro é nada mais que o relato de um jovem descobrindo o mundo, em uma jornada de auto-descoberta. Algumas edições trazem fotos da jornada.

Confira a introdução do livro:
Este não é um conto de aventuras nem tampouco alguma espécie de “relato cínico”; pelo menos, não foi escrito para ser assim. É apenas um pedaço de duas vidas que correram paralelas por algum tempo, com aspirações em comum e com sonhos parecidos. Durante o transcorrer de nove meses, um homem pode pensar em muitas coisas, desde o mais alto conceito filosófico até o desejo mais abjeto por um prato de sopa – tudo de acordo com o estado de seu estômago. E se, ao mesmo tempo, esse homem for do tipo aventureiro, ele poderá viver experiências que talvez interessem às demais pessoas e seu relato casual se parecerá com este diário.
Alberto Granado e a motocicleta da jornada (2011). Ele serviu de consultor
para o longa de Walter Sales.
Veja a rota de Guevara e Granado:
Mapa da primeira viagem de Ernesto Guevara e Alberto Granado. 1952. 
As setas vermelhas correspondem à viagens de avião.
Mais de 50 anos depois, dois jovens viajantes latino-americanos, Beatriz e Gustavo, passam pelas mesmas estradas percorridas por Guevara, em uma série do NatGeo.


0 comentários: