3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Curiosidades de "Uma Cilada Para Roger Rabbit"

Este é o único filme que marca a presença de personagens de Walt Disney e Warner Brothers em uma mesma produção.


Com um orçamento de produção estimada de US$70 milhões na época de seu lançamento, Uma Cilada Para Roger Rabbit foi o filme mais caro produzido na década de 1980 e teve o mais longo dos créditos na tela para um filme.

O título em inglês "Who framed Roger Rabbit" é uma pergunta, mas não traz o ponto de interrogação, pois este é considerado má sorte na indústria.

Os três ingredientes da fórmula que mata desenhos (aguarrás, benzina e acetona), são solventes de tintas, todos utilizados para remover animação de frames.

Plano do Juiz Doom para desmantelar a Red Car é baseado na verdade. Corporações privadas conspiraram para eliminar o transporte público no final dos anos de 1940, início dos 1950, à fim de gerar demanda por automóveis e indústrias auxiliares.

Caso você não tenha feito a conexão, o Walt da senha "Walt me mandou" (Walt sent me), usada para entrar na casa noturna faz referência ao Sr. Disney.

Voz que fala por Jessica Rabbit pertence à Kathleen Turner (que estava grávida de 9 meses na ocasião), já a canção foi interpretada por Amy Irving.
Irving e Turner!
A canção no final do filme, "Smile, Darn Ya, Sorriso", foi gravada pela maioria dos animadores do filme, fazendo as vozes de seus melhores personagens.

Na versão em inglês, vários dubladores fazem participações especiais para as vozes do personagem famosos que viveram antes. Tony Anselmo (Pato Donald), Wayne Allwine (Mickey Mouse) e Mel Blanc (Pernalonga, Patolino, Gaguinho, Frajola e Piu-Piu). Contudo a participação mais notável é a de Mae Questel como Betty Boop. Mae fez a voz de Betty de 1930 até o personagem ser aposentado em 1939. Em seguida ela assumiu a voz de Olívia Palito.

Preste muita atenção ao desempenho de Christopher Lloyd como Juiz Doom. Nas cenas onde ele não está usando seus óculos escuros, ele nunca pisca.

Bob Hoskins disse que, por duas semanas após ver o filme, seu filho quis falar com ele. Quando finalmente perguntou o por que, seu menino respondeu que não podia acreditar que seu pai havia trabalhado com personagens de desenhos animados, como Pernalonga e não o levou para conhecê-los.

Para obter a sensação de atuar com personagens de desenhos animados, Bob Hoskins observou sua filha de três anos de idade, brincando com seus amigos imaginários.

Durante as filmagens, Charles Fleischer interpretava as falas de Roger Rabbit fora da câmera no traje de Roger completo, incluindo as orelhas de coelho e luvas amarelas. Durante os intervalos quando ele estava com o traje, outras equipes nos estúdios iria vê-lo e fazer piadas sobre a pobreza dos efeitos do filme "coelho".

Roger Rabbit é descrito como tendo um "rosto da Warner", "corpo Disney", uma "atitude Tex Avery", macacões do Pateta, luvas do Mickey Mouse e gravata borboleta por Gaguinho. O diretor de animação Richard Williams diz que baseou seu modelo de Roger cor na bandeira americana (macacões vermelhos, corpo branco, gravata azul) para que "todo mundo subliminarmente gostasse dele". Pensamento limitado hein... e o resto do mundo que não gosta muito dos EUA?

326 animadores trabalharam em tempo integral no filme. No total, 82,080 quadros de animação foram feitos. Incluindo storyboards e arte conceitual, diretor de animação Richard Williams estima que mais de um milhão desenhos foram feitos para o filme.

Robert Zemeckis reutilizou o carrinho que fazia às vezes de Benny, o Táxi durante a produção de De Volta para o Futuro Parte III (1990). Na cena em que Marty é arrastado pelo cavalo, Michael J. Fox estava na verdade sendo arrastado por Benny.

O túnel que Valiant atravessa para chegar à Toon Town é o mesmo túnel usado em De Volta para o Futuro Parte II (1989) na perseguição com o hoverboard.

O diretor de animação do filme, Richard Williams, brincando descreveu o Ink & Paint Club (que nunca existiu) como o lugar em que Walt Disney descobriu os garçons pinguins para usar em seu filme Mary Poppins (1964).

0 comentários: