E agora, José?

Então Em chamas terminou com Katniss descobriu quem era o verdadeiro inimigo, e agora ela era o símbolo de uma revolução que desencadeou por acaso. As consequências disso? É o que vemos em Jogos Vorazes - A esperança, parte 1 (The mockingjay - part 1, 2014). Uma nova batalha tem início, mas essa será diferente: ao invés da arena onde tributos se enfrentam até a morte, agora os presidentes usam de artifícios televisivos para ataar uns aos outros. Muitos diriam que esse é o início do fim, mas ela vai descobrir que há um longo caminho a ser percorrido até lá.

Peeta (Josh Hutcherson) e Johanna (Jena Malone) estão sob o poder da Capital desde que Katniss (Jennifer Lawrence) explodiu o domo da arena com uma flecha eletrificada e acabou com o Massacre Quaternário. Eles estavam na lista de resgate de Haymitch (Woody Harrelson) e Plutarch (Phillip Seymour Hoffman), mas apenas Katniss, Beete (Jeffrey Wright ) e Finnick (Sam Caflin) conseguiram ser retirados da arena em segurança.

Ter deixado Peeta na arena desestabilizou Katniss. Reaprendendo a viver no Distrito 13, com todas aquelas regras rígidas de controle de pessoas e alimentos, sobrevivendo na instalação militar subterrânea que era o novo distrito, a jovem sente dificuldades em se adaptar. Mesmo feliz por ter sua irmã e mãe a salvo, ela teme pelo que poderia acontecer a Peeta que ainda estava nas garras do presidente Snow (Donald Sutherland). Nem mesmo a presença constante de Gale (Liam Hemsworth) aliviava a sensação de impotência que ela sentia.


Então, foi com uma mistura de relutância e prazer que ela aceitou o convite de Alma Coin (Julianne Moore), a presidente do 13, para se tornar o símbolo da revolução. A ideia de Coin e Plutarch era usar Katniss em filmagens, vestida como O Tordo, em propagandas a serem transmitidas em toda Panem. O problema era que Katniss não conseguia convencer a ninguém - nem a si própria - com aqueles discursos prontos e as filmagens em estúdio. O jeito foi colocá-la em campo, mas ainda assim, em segurança.

Sua nova equipe tinha, além de Boggs (Mahershala Ali), militar responsável pela equipe, e Gale, os câmeras Castor (Wes Chatham) e Pollux (Elden Henson) e a diretora de filmagens Cressida (Natalie Dormer, a.k.a. Margaery Tyrell). Foi ideia de Haymitch permitir que ela estivesse por lá, uma vez que ela poderia reagir naturalmente e seria isso o que ela fazia de melhor - e era assim que eles teriam O Tordo de verdade.

Primeira parada: o agora extinto Distrito 12. Katniss e Gale visitam pela primeira vez o que sobrou de sua terra natal após o massacre de Snow em resposta à fuga de Katniss. Escombros, cinzas e corpos carbonizados, era tudo o que havia para ser visto. A emoção dela e a narração dele dos eventos ali ocorridos são perfeitos para os propósitos de Coin, e então eles resolvem dar mais um passo. Visitar um distrito em guerra, sem ir para o front.


Ao visitar um hospital de campanha improvisado no Distrito 8, Katniss testemunha o horror. Bombas vindas de aerodeslizadores atingem o hospital, onde os moribundos tentavam uma segunda chance de soreviver. É ali que ela percebe que a crueldade de Snow não tem limites, e a presidente Coin, com medo de arriscar perder o maior símbolo de sua revolução, a proíbe de sair em campo novamente.


Em meio a tudo isso, Peeta é visto em transmissões na tv. São poucas as suas aparições, e a cada uma delas é visível que sua condição física piora. Sua mensagem combina com sua personalidade, pedir aos rebeldes que parem a guerra "sem sentido" é uma falácia imposta por Snow - porém poderia ser convincente se dita por um dos mais queridos e educados tributos a vencer os Jogos. O que ninguém esperava era o que aconteceria quando, em meio a uma transmissão, o sinal fosse interrompido por uma propaganda rebelde.

Peeta finalmente vê que Katniss está viva, e que talvez tudo o que ele esteja dizendo seja uma mentira absurda. Arriscando a própria vida, ele avisa sobre o ataque iminente ao Distrito 13, e então a transmissão é interrompida. Torna-se urgente para Katniss o resgate a Peeta, uma vez que ele ajudou os rebeldes mesmo estando sob poder da Capital. Ele pode morrer a qualquer momento, mas ela não pode deixar isso acontecer.


Atendendo ao pedido de Katniss (porque, ao contrário, ela não mais ajudaria), o comando do Distrito 13 monta uma operação de resgate, que inclui não apenas o esquadrão de ação, mas uma distração: Finnick vai a público revelar grandes segredos da sociedade de Panem, segredos que ele coletou por anos de convivência. Enquanto Beete mantinha a transmissão ao vivo, na tentativa de atrair a atenção da sociedade e de Snow, o grupo entraria na Capital para o resgate.


Katniss acabou interferindo também, conversando diretamente com o presidente Snow, no desespero de manter a operação em segredo. Mas Snow sabia da ação de resgate, e os resultados dela não foram exatamente como os rebeldes esperavam.
A esperança - parte 1 tem bem menos ação do que os dois primeiros filmes. Tudo bem que não há mais jogos na arena, e que é importante mostrar a adaptação de Katniss à nova realidade, sua nova função, e tal. Mas falta algo realmente acontecer. A jogada política na criação d'O Tordo fica muito nas entrelinhas. É inegável que alguns momentos são realmente emocionantes, como Katniss e Gale visitando o distrito 12 arrasado e ela cantando a canção que eletrificou as multidões, o bombardeio do hospital, o resgate de Peeta (que é a única ação real do filme), o reencontro dos Amantes Desafortunados. Fica, então, a esperança de que o segundo filme complete o ciclo perfeitamente, contanto razões e consequências de cada uma das ações desenroladas até aqui. O filme ainda tem aquela chama de "a rebelião está apenas começando", embora nada realmente aconteça nesse sentido. 

A expectativa aumenta, embora fique a sensação de que vai ser pouco tempo para retomar a força do discurso político iniciado no primeiro filme (e que é um viés permanente na trilogia literária).
O fim estava apenas começando, veremos que fim ele vai tomar.

0 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do mês

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (765) Drama (235) Lançamentos (130) Ficção científica (109) Aventura (102) Comédia (76) Musical (51) Terror (46) Ação (45) Fantasia (36) Animação (28) Comédia romântica (24) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (6)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates