Três Anúncios Para Um Crime


Três Anúncios Para Um Crime (Three Billboards Outside Ebbings, Missouri, 2017) é aquela deliciosa surpresa que o cinema, de vez em quando, nos oferece. A trama gira em torno de um tema pesado: uma mãe lutando para que se faça justiça ao assassino de sua filha em uma cidadezinha do interior dos EUA, onde os policiais parecem não querer se esforçar mais para solucionar o caso. O ótimo roteiro, porém, não nos afunda no drama da perda ou na busca implacável por um culpado. O que se vê na tela são os humanos envolvidos no caso, e tudo o que isso implica.

Mildred: ótima interpretação de McDormand, que lhe rendeu várias indicações e prêmios
Mildred Hayes (Frances McDormand, espetacular) volta para casa por uma estradinha quase abandonada e se depara todos os dias com três outdoors esquecidos, bem onde o hediondo crime aconteceu. Até que uma ideia surge: uma frase espalhadas por eles, uma pequena provocação. Nada imoral, nada ilegal, nada ofensivo. Apenas uma alfinetada no chefe de polícia, Willoughby (Woody Harrelson) e em todo o departamento de polícia local. Sua intenção era chamar a atenção para o caso não-resolvido, mas se tornou algo muito maior: quando o policial Dixon (Sam Rockwell, excelente) descobre os anúncios, uma pequena guerra tem início na cidadezinha.

Mildred e Willoughby (Harrelson): dois lados de um caso terrível não significa inimizade
Acontece que o delegado Willoughby está em fase terminal de câncer, e os cartazes de Mildred praticamente o culpam por não fazer nada a respeito do caso de sua filha - o que enfurece os policiais e acaba colocando parte da cidade contra ela e seus anúncios, culpando um homem à beira da morte de não cumprir seu trabalho. O caso chamou a atenção da imprensa, e quanto mais alarde fazia, mais a animosidade crescia entre Mildred e a polícia. Mas, incrivelmente, o clima não é tenso.

Os personagens secundários também tem sua importância, trazendo humor e humanidade à Mildred

Há muito espaço para um humor ácido, que expõe todas imperfeições dos personagens e os coloca em um mesmo plano terreno - ninguém ali é dono da verdade. Há apenas um único vilão nessa estória, o assassino de Angela Hayes (Kathryn Newton) - todos os outros são apenas humanos lidando com a pressão, com o medo da morte, as fofocas da comunidade, a culpa, o sentimento de fracasso. Há também um olhar terno, compreensivo com a motivação e os erros de cada um deles (quase como um olhar de mãe). Há uma forte crítica ao americano típico, suas crenças e seu modo de ver a vida - especialmente os que vivem em pequenas cidades do interior. 

Dixon (Rockwell) é o personagem mais controverso do longa - e o ator está ótimo em cena
No fim, Três Anúncios é um agridoce enredo sobre esperança. As interpretações do elenco são memoráveis, com destaque para McDormand e Rockwell, que mereceram todas as indicações e prêmios que receberam. Ela, por fazer a deliciosamente esquentada Mildred; ele, por adicionar camadas ao idiota, preconceituoso e quase infantil Dixon. Vale todas as indicações e prêmios recebidos este ano, inclusive o Golden Globe de melhor atriz e ator coadjuvante para McDormand e Rockwell, Critic's Choice e SAG Award's de Melhor Elenco. Que venha o Oscar 2018!

1 comentários:

Amaral Lugo disse...

Sem dúvida a história é boa vale a pena assistir. Gosto muito os filmes de drama eles lidam com tópicos muito delicados e cotidianos que não devem ser negligenciadas. Eu assisti o filme O conto e ancho que é muito bom, tem uma história muito chocante, além de ter uma produção excelente, e o elenco faz um ótimo trabalho. Sem dúvida é umo dos melhores filmes de dramas para assistir, boa história e elenco, achei um filme ideal para assistir e refletir, recomendo muito.

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do mês

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (769) Drama (235) Lançamentos (134) Ficção científica (109) Aventura (102) Comédia (76) Musical (52) Terror (47) Ação (45) Fantasia (36) Animação (29) Comédia romântica (24) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (7)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates