3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sábado, 15 de maio de 2010

Um pouco mais do diretor: Woody Allen

"As pessoas sempre se enganam em duas coisas sobre mim: pensam que sou um intelectual (porque uso óculos) e que sou um artista (porque meus filmes sempre perdem dinheiro)"

- Nasceu em 1 de dezembro de 1935 no bairro do Brooklyn, em Nova York (cenário da maioria de seus filmes), e seu nome de batismo é Allan Stewart Konigsberg.

- Aos 15 anos, começou a escrever piadas para um jornal local e, posteriormente para talk shows. Depois, passou a trabalhar em stand up comedies.

- Reconhecido como comediante, em 1964 chegou a gravar seus shows em um disco, chamado "Woody Allen", indicado ao Grammy.

- Estreou como roteirista em 1965, com O que é que há, gatinha? (What's new, pussycat?), e dirigiu seu primeiro filme, What's up, Tiger Lily?, um ano depois. Desde então, mantém a média de um longa-metragem por ano.

- Além de cineasta, escritor, ator, comediante e músico, é também um respeitado dramaturgo. Escreveu peças como  "Don't drink water" (1968), "Play it again, Sam" (1969), indicada para três prêmios Tony, "The floating light bulb" (1981)  e "A second hand memory" (2004).

- Allen já declarou que ficou fascinado por filmes aos 3 anos de idade, quando sua mãe o levou ao cinema para assistir a Branca de Neve e os sete anões.

- O cineasta é recordista de indicações ao Oscar na categoria Roteiro Original: 14 até agora. Se juntarmos as indicações para Ator e Diretor, são 21 no total. Levou a estatueta dourada para casa em 1977, por Noivo neurótico, noiva nervosa (filme, direção e roteiro) e em 1986, por Hannah e suas irmãs (roteiro). Mas sua única aparição na premiação até agora foi no ano de 2002, pós-atentados ao World Trade Center, em uma homenagem à cidade de Nova York.

- Também em 2002, no Festival de Cannes, o diretor recebeu uma Palma de Ouro pelo conjunto de sua obra.

- É casado com Soon-Yi Previn, filha adotiva da atriz Mia Farrow, com quem foi casado por 12 anos e de quem se separou em 1997.

- Os personagens criados por Allen não são neuróticos à toa. Entre as neuroses do próprio diretor, estão aracnofobia (aranhas), entomofobia (insetos), heliofobia (sol), cinofobia (cães), acrofobia (altura), demofobia (multidões), claustrofobia (lugares fechados) e misofobia (germes).

2 comentários:

Película Criativa disse...

O humor de Woody Allen é muito peculiar. Ou vc odeia ou o ama.

Mas o considero um dos melhores cineastas da atualidade. Sou muito fã dele.

parabéns pelo blog!

Fabiane Bastos disse...

As blogueiras do sofá concordam em gênero, número e grau com você!

Obrigada (pelo parabéns e pela visita, rs)

Volte, e comente, sempre!