3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O preço das escolhas

Incrível perceber o quanto um decisão afeta toda a sua vida dali pra frente. Em Sindicato de ladrões (On the Waterfront) acompanhamos a história de Terry Malloy (Marlon Brandon, sempre fantástico), um dos capangas de Johnny Camarada (Lee J. Cobb), aceitar fazer mais um favor para o "amigo". Mas as consequências de seus atos ficaram fora de controle.

O que era para ser apenas mais um "susto" em um possível delator, acabou se transformando em assassinato. Com a morte de um inocente, que sabia demais, mas era bem-quisto na região, o pavio da dinamite foi aceso. A bela irmã do assassinado (Eva Marie Saint) e até mesmo o padre (Karl Malden) também resolveram entrar na briga, na luta por justiça. Mas para brigar com os grandes não basta só coragem: é preciso união, e unir uma classe dividida pelo medo (tanto de quem manda quanto o próprio medo de morrer de fome) não é assim tão fácil.

Se conselho fosse bom...


Conforme Terry se envolve com Eddie vai percebendo onde cada decisão errada acabou o levando, e a consciência de seus erros o faz querer acertar tudo. Mas como fazer a coisa certa sem ser um delator, ou pior, um traidor? Como trair até mesmo seu próprio irmão Charley (Rod Steiger), que cuidou dele quando órfãos e de sua carreira de boxeador, até virar o braço direito de Johnny Camarada? Por fim, ele decide fazer o que acha certo, e se torna senhor de seu destino, aceitando todas as consequências que ele sabe que virão.

Absolutamente envolvente, o filme prende a atenção do início ao fim, muito graças às fabulosas interpretações de Brando, Malden e J. Cobb: o espectador sente a angústia de um e a compaixão e o fervor ideológico de outro, além de sentir nojo daquele chefe de sindicato, que só "cresceu na vida" porque foi ambicioso, desonesto, inescrupuloso. Mais um pra minha lista de favoritos.
**Desculpem a demora em meu post, mas quase fico sem poder postar: como as locadoras não tem um filme desses em seus catálogos? Se vocês soubessem a dificuldade que foi pra achar o dvd... Mas posso dizer que o esforço valeu a pena.

0 comentários: