3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

terça-feira, 12 de julho de 2011

A trasnfiguração de Flitwick

Em todos os longas de Harry Potter, o professor Flitwick é interpretado por Warwick Davis, que também deu vida a um dos duendes do banco Gringotes em A Pedra Filosofal. O que quase niguém percebeu (ou ao menos não quis comentar), é que o pequeno mestre de Feitiços também é expert em Transfigurações.

Repara só em seu visual nos dois primeiros longas:

Este é o visual em O prisioneiro de Azkaban e nos longas seguintes:


Melhor que Esquadrão da Moda! Mas que magia é essa que é capaz de rejuvenescer um professor? Não foi magia, está mais para um acidente de percurso.

O roteiro de O prisioneiro de Azkaban não incluía o professor Flitwick. Para manter Davis envolvido no projeto, Cuarón resolveu escalá-lo como regente do coral. Mike Newell, diretor que assumiu o longa seguinte, O Cálice de Fogo, gostou mais do visual de regente de coral no ator. E assim o regente e Flitwick se tornaram a mesma pessoa.

Estranho para o público? Pode até ser. Mas quem saiu ganhando foi Davis, que diminuiu, e muito, as horas na cadeira de maquiagem. Convenhamos, de vez em quando é bom ver um anão sem cara de duende em filmes de fantasia.

0 comentários: