3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Bela Lugosi's dead


Considerada uma das fundadoras do rock gótico, a banda inglesa Bauhaus aparece nos minutos iniciais de Fome de viver apresentando a música "Bela Lugosi's dead". A alusão, claro, é ao ator húngaro que ficou imortalizado (com trocadilho) na História do cinema no papel-título de Drácula (1931), o próximo filme do nosso mês dedicado aos vampiros. Bem apropriado a um longa que dá uma repaginada no conceito que tínhamos dessas criaturas, não? A trilha musical combina perfeitamente com o clima soturno do filme de Tony Scott e dá o tom do submundo novaiorquino frequentado pelo casal Blaylock quando está faminto. A canção, lançada em 1979, foi o primeiro single do grupo, formado pelo guitarrista Daniel Ash, o baixista David J, o baterista Kevin Haskins e o vocalista Peter Murphy.


Bela Lugosi está morto

Branco em branco capas de um negro translúcido
De volta ao passado
Bela Lugosi está morto
Os morcegos deixaram a torre do sino
As vítimas foram sangradas, veludo vermelho bordeia o caixão negro
Bela Lugosi está morto
Bela Lugosi está morto
Morto-vivo morto-vivo morto-vivo
Morto-vivo morto-vivo morto-vivo

A fila de noivas virgens passaram por sua tumba
Coberta de flores mortas pelo tempo, desoladas no desabrochar mortal
Sozinho numa sala escura, o conde
Bela Lugosi está morto
Bela Lugosi está morto
Bela Lugosi está morto
Morto-vivo morto-vivo morto-vivo
Morto-vivo morto-vivo morto-vivo
Morto-vivo

Oh, Bela! Bela é um morto-vivo

2 comentários:

Hugo disse...

Ótima resgate, o Bauhaus deixou sua marca com este trabalho que se casa perfeitamente como o filme de Tony Scott.

Daniel Ash e Peter Murphy seguiram carreira solo depois que o grupo acabou, porém sem grande sucesso.

Abraço

Giselle de Almeida disse...

Perfeita trilha sonora, não?

Obrigada pela visita!