3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

domingo, 4 de março de 2012

Mês Tarantino

Violência, cultura pop, roteiros não lineares e ótimos diálogos. É o que oferece o cinema de nosso homenageado do mês. Quentin Jerome Tarantino não é estreante em nosso sofá, Pulp Fiction fez parte da nossa lista origina (aquela baseada no Almanaque do Cinema Omelete), e ganhou uma semana inteirinha lá em 2010.

Escreveu seu primeiro roteiro aos 22 anos, Captain Peachfuzz and the Anchovy Bandit. Desde então não deixou o mundo da sétima arte. Ao lado de Sexo, mentiras e videotape, de Steven Soderbergh e Roger e eu, de Michael Moore, seu longa Pulp Fiction revolucionou a indústria de filmes independentes, mostrando que estes também podem ser rentáveis.

Com um vasto conhecimento de cinema, sua história e inclusive de filmes estrangeiros (coisa rara para um estadunidense, eles odeiam legendas), é criticado por plagiar idéias, cenas e diálogos de outros filmes. Embora o que é plágio para uns possa ser considerado homenagem por outros.

Acumula trabalhos com diretor, roteirista, ator e produtor. Recebeu um Oscar, um Globo de Ouro e um Bafta entre outros prêmios e indicações.

Marque lugar em nosso sofá e descubra muito mais sobre Tarantino e suas obras!

0 comentários: