3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sábado, 15 de junho de 2013

Poltergeist é pop

Todo clássico que se preze acaba virando referência na cultura pop - ou acaba sendo elevado à categoria de clássico quando vira referência na cultura pop. Poltergeist, nosso filme da semana, não poderia ficar de fora dessa listinha. Pessoalmente, lembrei imediatamente de três referências. Vamos a elas:

1) Spice Girls
Sim, meus queridos. As inglesas mais apimentadas das últimas décadas fizeram um sucesso enorme mundialmente com suas músicas pop dançantes, sempre alegres e apimentadas. E no clipe de "Too much", um dos seus maiores sucessos, há uma referência clara ao filme: Emma Bunton, a Baby Spice (que tinha cara de criança) foi caracterizada como a pequena Carol Anne (a fofíssima Heather O'Rourke) e em seu quarto de criança os objetos começam a voar. A música é bem bacana e a homenagem funciona porque Emma parece mesmo com a pequena Heather - como se fosse uma versão adulta da personagem. Confira:


2) "I see dead people"
Fenômenos estranhos na cozinha
Não, eu não me confundi. Estou falando sim do filme de 1999 de M. Night Shyamalan, O sexto sentido (The sixth sense). Pessoalmente, vi uma clara referência ao filme na sequência em que a pequena Carol Anne está na cozinha com a mãe e esta arruma as cadeiras que estão bagunçadas. Ela pega a menina e põe sentadinha no balcão, se vira para pegar algo no armário e, ao se virar novamente, as cadeiras aparecem empilhadas sobre a mesa - sem que a menina tivesse se mexido. No filme de Shyamalan, a mãe do pequeno Cole (Joel Halley Osment, um dos menininhos mais fofos que Hollywood já viu) está preocupada com as marcas que aparecem no corpo do menino e conversa com ele na cozinha. Em uma mesma sequência de planos, sem que haja cortes (perceptíveis), todas as portas dos armários da cozinha estão abertas, sem que o menino se mova. Como já foi dito, nada se cria...


3) Petergeist
Stewie e a tv fantasmagórica
Uma das séries animadas de maior sucesso nos EUA, Uma família da pesada (Family Guy), é o tipo de animação politicamente incorreta. Criada por Seth McFarlane, o polêmico apresentador do Oscar desse ano, a série conta com o humor sarcástico e por vezes escatológico do seu criador para fazer troça com Deus e o mundo - e não há exagero nisso. O episódio Petergeist da quarta temporada é uma paródia do filme. Para quem gosta de bom humor negro, é um prato feito. Não é difícil encontrar na internet links para assistir online o episódio - e a série toda também, que é exibida no Brasil pelo canal de tv a cabo Fox Entertainment.

E aí? Lembrou de alguma outra referência ao filme? Conta pra gente aqui nos comentários!

0 comentários: