3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sábado, 17 de agosto de 2013

Mitos (ou não) sobre Shirley Temple

Na época da popularidade de Shirley, surgiam vários boatos sobre ela, além de histórias de bastidores e curiosidades. Não temos como saber o que é verdade, o que é exagero de Hollywood, mas quem se importa? É divertido assim mesmo:

Um boato dizia que Shirley seria na verdade uma atriz anã de 30 anos (ou "a 30 year old midget.").

Rumores diziam que ela era uma órfã adotada pelo casal Temple com o propósito de exploração

E que depois de algum tempo ela já estava tão crescida, que o estúdio tinha que colocar nos cenários móveis especiais em tamanho grande para que ela parecesse menor.

Outro rumor, era que obrigavam-na a lixar os dentes, para os manter sempre pequenos, conservando assim sua aparência infantil. Mas ao contrário do que diziam os boatos, o único trabalho artificial que já foi feito nos dentes de Shirley, foi quando ela perdeu um dente de leite da frente, e os diretores a aconselharam a substituir por um minúsculo dente falso durante as filmagens.

Shirley contou depois de adulta que deixou de acreditar em Papai Noel aos seis anos de idade, quando a mãe dela a levou em uma loja para o conhecer, e o homem vestido de Papai Noel lhe pediu um autógrafo.

É a mais jovem: atriz a ganhar o Oscar. Tinha apenas 6 anos, mas o prêmio foi especial por sua "contribuição" ao cinema, ela não competiu por ele com outras atrizes.

Aos sete anos, a vida da atriz foi colocada em um seguro com a Lloyd’s of London. No seguro constava que a família não receberia nada se a morte fosse causada por drogas ou embriaguez.

Com Bill Robinson executou o que ela mesma chamou (quando adulta) de a primeira dança inter-racial de Hollywood, em The Little Colonel (1935).


Em Hollywood conta-se que um diretor ao rodar uma cena que exigia muitas lágrimas da pequena atriz, mentiu para Shirley, dizendo que seu cachorrinho de estimação havia morrido. Neste dia o diretor conseguiu rodar só esta cena, porque depois desta notícia, Shirley não conseguiu mais se concentrar nos textos seguintes.

Um coquetel sem álcool, o Shirley Temple, foi criado em sua homenagem. É constituído de cerveja de gengibre (ou 7-Up), Granadina e suco de laranja, coberto com uma Cereja Maraschino e uma fatia de limão.

Conheceu gente importante como Albert Einstein, a aviadora Amelia Earhart (de quem era fã) os políticos Richard Nixon e Ronald Reagan, Primeiro Ministro do Canadá William Lyon Mackenzie King e a primeira dama Eleanor Roosevelt.

Eleanor Roosevelt 
Primeiro Ministro do Canadá William Lyon Mackenzie King
Walt Disney
J. Edgar Hoover
 Ainda é considerada a criança mais fotografada do mundo. De fato, coloque o nome dela no Google, e a quantidade de fotos diferentes é impressionante.

Sua imagem aparece na manga dos Beatles no album “Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band".

Em 2004, a Legend Films restaurou e colorizou todos os filmes de Shirley Temple produzidos originalmente em preto e branco nos anos 30.


No livro Memórias da Emília escrito em 1936 pelo escritor brasileiro Monteiro Lobato, a boneca Emília inventa em seu livro de memórias uma viagem à Hollywood, onde ela e o Visconde de Sabugosa se encontram com Shirley Temple, e juntos com a pequena atriz, brincam de encenar um filme sobre Dom Quixote de la Mancha.

No México a voz de Shirley Temple em seus filmes, era dublada pela atriz María Antonieta de las Nieves, a Chiquinha do seriado Chaves.

A apresentadora e atriz mirim Maísa Silva do SBT, teve seu visual inspirado no de Shirley Temple, ao ir para o SBT no final de 2007. Ela apresentava desenhos animados dentro do "Sábado Animado" usando vestidos infantis, e vários cachinhos. Segundo a Revista Veja, a ideia teria sido de Silvio Santos, que teria selecionado fotos de Shirley que, penduradas no camarim, inspiram os figurinistas e cabeleireiros de Maísa; porém, a informação não é totalmente confirmada, já que segundo uma outra matéria da Revista Quem a ideia teria partido não de Silvio, mas de sua filha, Silvia Abravanel, diretora do Sábado Animado. Tanto Maísa quanto Silvio Santos, já mencionaram algumas vezes durante o Programa Silvio Santos, o fato dela "se parecer" com Shirley quando criança.

0 comentários: