3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Curiosidades de "Mad Max"

Filmado em 12 semanas, com um magro orçamento de US$350.000, nos arredores de Melbourne.

George Miller levantou o dinheiro para Mad Max (1979), trabalhando como médico de emergência.

Aproximadamente 20% das cenas inicialmente previstas no roteiro não chegaram a ser rodadas, devido a dificuldades com o orçamento.A van destruída logo no início do filme pertencia ao próprio diretor George Miller, que a utilizou em cena devido ao enxuto orçamento.

George Miller pagou um motorista de caminhão de US$50 para atropelar a moto na cena final. No entanto, o motorista do caminhão não queria danificar seu veículo; assim, a equipe teve que instalar um escudo pintado para se parecer com a frente do caminhão.

Por causa do orçamento apertado, carros desativados reais da polícia foram usadas no filme. Apenas Steve Bisley (Ganso) estava vestindo peles reais. Todos os outros policiais estavam vestindo trajes de vinil. As motos, foram doados pela Kawasaki. Muitos dos motociclistas as mentiveram após as filmagens serem concluídas.

Mel Gibson iria fazer a audição para o filme, na verdade ele acompanhar um amigo que estava fazendo testes. Mas ele tinha estado em uma briga de bar na noite anterior e sua cabeça parecia "uma abóbora preto e azul" (palavras de Gibson), então pediram para que ele voltassem em três semanas para uma audição, porque "precisamos de malucos!". Ele ele voltou, não foi reconhecido (por que seus ferimentos tinham curado), e fez o teste.

Porque ele era relativamente desconhecido nos EUA, trailers e previews da época não tinha foco em Mel Gibson, em vez apelando para os acidentes de carro e cenas de ação.

O ator Hugh Keays-Byrne que interpreta Toecutter em Mad Max (1979) interpreta Immortan Joe em Mad Max: Estrada da Fúria (2015), 36 anos depois.

Alguns dos carros utilizados como interceptadores policiais eram constantemente redesenhados para aparecer em outras como carros diferentes. Muitas vezes, eles iam para as filmagens, enquanto a tinta ainda estava molhada.

A voz de Robina Chaffey, o vocalista da Sugartown Night Club, foi a única voz deixou não dublada na versão para os EUA na época do lançamento. Os produtores acreditavam que os "estadunidenses" não se adaptariam ao sotaque australiano. O lançamento do DVD Edição especial em 2002 foi o primeiro nos EUA a trazer a faixa do idioma australiano original.

Diretor George Miller foi inspirado por O Menino e Seu Cachorro (1975).

Logo no início do filme há uma breve cena de duas placas de trânsito. Eles dizem: "Anarchie" (Anarquia), e "Bedlam". Estes sinais de estrada realmente existem na Austrália.


Um dos primeiros filmes australianos filmado com uma lente anamórfica widescreen, embora antecedido por Violência Por Acidente (1974).

Na Nova Zelândia, o filme recebeu a classificação R18 por violência gráfica.

Até 1998, Mad Max estava no Guinness Book como o filme de maior custo/retorno na história do cinema. Isto porque o filme custara cerca de US$ 300 mil aos seus produtores e arrecadou mais de US$ 100 milhões nas bilheterias mundiais.

0 comentários: