3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Curiosidades de "Crepúsculo dos Deuses"

Em 1989, o Registro Nacional de Cinema da Biblioteca do Congresso selecionou este filme como um dos vinte e cinco marcos de todos os tempos.

Para ajudar a promover o filme, Gloria Swanson fez uma turnê de 3 meses por 36 cidades na América e no Canadá.

Norma Desmond diz ao guarda nos portões da Paramount: 'Without me there wouldn't be any Paramount Studio'(Sem mim não haveria qualquer Paramount Studio) as palavras poderiam ser aplicadas à Gloria Swanson uma vez que ela fora sua maior estrela por seis anos consecutivos.

As fotos da jovem Norma Desmond que decoram a casa são todas as fotos publicitárias genuínos do apogeu de Gloria Swanson.

O nome de Norma Desmond foi escolhido a partir de uma combinação de estrela do cinema mudo Norma Talmadge e diretor do filme silencioso de William Desmond Taylor, cujo assassinato ainda não resolvido-é um dos grandes escândalos da história de Hollywood. (Na manhã de 01 de fevereiro de 1922, Taylor foi baleado e morto em seu bangalô. O assassino não foi identificado.)

O carro antigo usado como limousine de Norma Desmond é um Isotta Fraschini-e pertenceu a socialite 1920 Peggy Hopkins Joyce. Foi um presente de seu amante, magnata do automóvel Walter Chrysler.

A mansão que aparece no filme foi construída em 1924, e não fica no Sunset Boulevard. Na época das filmagens, pertencia à ex-mulher do magnata do petróleo J. Paul Getty. Foram filmados o exterior da construção e os jardins; os interiores, no entanto, foram todos construídos em um dos estúdios da Paramount. A mansão foi demolida em 1957; em seu lugar foi construídoum posto de gasolina.

O filme que Joe e Norma assistem em uma sala privada é Queen Kelly (1929), que ainda não havia sido lançado comercialmente nos cinemas americanos e foi dirigido por Erich von Stroheim, que também atua em Crepúsculo dos Deuses;

Buster Keaton, H. B. Warner e Anna Q. Nilsson, estrelas do cinema mudo, fazem participações especiais no filme.

O diretor Cecil B. DeMille e a colunista de fofoca Hedda Hopper interpretam a si mesmos.

Crepúsculo dos Deuses foi o último filme produzido por um grande estúdio de Hollywood a ser realizado com negativos de emulsão de nitrato.

0 comentários: