Home » , , , » X-Men: Apocalipse

X-Men: Apocalipse


Terceiro filme da nova fase dos Mutantes nas telonas, X-Men: Apocalipse (X-Men: Apocalypse, 2016) segue a linha do antecessor, Dias de um futuro esquecido (2015). Com mais estória e menos ação (como o trailer nos leva a crer), o longa começa mostrando o Egito antigo, onde humanos veneravam um deus vivo (a antiga noção do faraó) e se preparavam para mais uma homenagem a ele. En Sabah Nur está velho e precisa trocar sua consciência para outro corpo - seus fiéis ajudantes, quatro no total, encontraram um mutante com habilidades regenerativas (interpretado por Oscar Isaac, de Star Wars - O despertar da Força): assim, seu mestre ficaria menos exposto à morte. Durante a transferência de poder, porém, o mutante é traído: guerreiros humanos tramam para a morte e desaparecimento do mutante superpoderoso, mas seus ajudantes conseguem mantê-lo vivo - embora agora sua história e seu novo corpo estejam soterrados sob toneladas de pedra e areia de sua magnífica pirâmide.

Eric (Fassbender): Magneto tenta se misturar, mas a paz não dura muito
Dando um salto na História, vemos os mutantes lidando com as consequências do último ato de Magneto (Michael Fassbender): há uma nova aura sobre os mutantes, uma espécie de respeito vindo pelos humanos que reconheceram a importância de Mística (Jennifer Lawrence) ao defender a humanidade naquela circunstância, e uma verdadeira devoção dos novos mutantes para a metamorfa. Tentando dar uma nova chance à paz, Magneto, vivendo sob um falso nome, trabalha em uma mineradora em sua terra natal. Vive modestamente e criou uma nova família, com mulher e filha. Mística voltou a usar seu poder para não andar azul por aí, mas não mais por não ter orgulho de ser mutante: apenas para continuar sua luta para libertar os mutantes da dominação humana. Como muitos ainda são tratados como animais de circo, Mística continua a libertá-los - o que aumenta ainda mais sua admiração por ela. É assim que ela recolhe Noturno/Kurt Wagner (Kodi Smith-McPhee) de uma luta mortal contra Anjo (Ben Hardy). 

Jean (Turner), Noturno (Smith-McPhee) e Summers (Sheridan): aprendendo na prática
Enquanto isso, Xavier (James McAvoy) recebe um novo aluno em sua Escola para Superdotados: Scott Summers (Tye Sheridan), irmão do ex-X-Man Destrutor/Alex Summers (Lucas Till), descobre de maneira desagradável que também tem um poder tão destruidor quanto o irmão mais velho (uma das diferenças para os quadrinhos). Lá ele conhece Jean Grey (Sophie Turner, a Sansa de Game of Thrones), Fera (Nicholas Hoult), Jubileu (Lana Condor) e tenta se adaptar à sua nova condição. Do outro lado do mundo, Moira McTargett (Rose Byrne) segue as pistas de uma seita que costumava cultuar En Sabah Nur e acaba acidentalmente completando o processo de transferência: o despertar do mutante causa um enorme tremor, sentido em várias partes do mundo. Na mineradora onde Magneto trabalha, este tremor quase causa um acidente fatal - mas ele impede que uma caldeira cheia de metal derretido caia sobre um de seus amigos e se expõe. Perseguido internacionalmente, ele sabe que precisa fugir dali antes que seja tarde demais.

En Sabah Nur (Isaac): recrutando mutantes para a limpeza do mundo
O tremor também causou instabilidade em outra mutante, Jean. Perseguida por um sonho onde o fim do mundo era feito de fogo e areia, encontra ajuda nas palavras de Xavier. Este, por sua vez, começa a investigar de onde veio aquele tremor e porquê ele abalou tanto Jean. Descobre que Moira estava perto da origem de tudo, e a perspectiva de vê-la abala o coração de Xavier. En Sabah Nur, por sua vez, está chocado com o mundo que o cerca. Percebe que os humanos estão dominando o planeta que ele considera dele e logo decide que precisa "fazer uma faxina". Mas, para isso, ele vai precisar de ajuda - e ele vai recrutar os quatro mutantes mais fortes para ajudá-lo: custe o que custar.

Sim, essa cena acontece!
Para os fãs dos mutantes que já viram essa estória antes (seja no quadrinho ou na animação), vai perceber diferenças grandes. Mas, no fim, o longa funciona muito bem. Bryan Singer ainda está na fase de amarrar as pontas soltas entre a primeira trilogia e preparar o terreno para que os X-Men que a gente está acostumado a ler apareçam nas telas. Uma mexida aqui e outra ali podem incomodar (e muito, como vi alguns colegas reagirem mal às mudanças propostas), mas o filme cumpre o que propõe: a confusão dos jovens mutantes descobrindo seus poderes, a afirmação de Charles Xavier como um mentor excepcional e necessário para o desenvolvimento de todos, a impossibilidade de Magneto se firmar como vilão ou mocinho (a vida e o coração dele são tão perturbados que ele não consegue se encaixar em nenhum padrão - o que, particularmente, o torna um dos mutantes mais interessantes), alívios cômicos realmente divertidos (que aparecem quando você menos espera), introdução de novos personagens e um vilão tão poderoso que nem só a união dos mutantes consegue detê-lo. 

O Apocalipse e seus Quatro Cavaleiros
As atuações de Fassbender e McAvoy são um espetáculo à parte, e Isaac também não faz feio com seu vilão, mas, de novo, quem rouba a cena é o Mercúrio/Pietro Maximoff de Evan Peters. As cenas de ação são o ponto mais fraco do longa, principalmente se comparadas às outras cenas com muitos super-heróis envolvidos (sim, eu falei de Vingadores e Guerra Civil). Há pouco espaço para as esperadas aparições de Tempestade (Alexandra Shipp) e Psylocke (Olivia Munn), o que deve deixar os fãs das duas bem decepcionados, mas o embate final com a participação decisiva delas deve servir para acalmar os ânimos. Mais uma vez, o 3D deixou a desejar - não fez diferença, sinceramente - e o final nos deixa empolgados pela terceira fase dos Filhos do Átomo. Tomara que, a partir de agora, a gente finalmente vá aos cinemas para ver batalhas épicas, já que toda a gênese (mesmo que diferente do original) já foi contada.

0 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do momento

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (771) Drama (235) Lançamentos (136) Ficção científica (109) Aventura (102) Comédia (76) Musical (52) Terror (47) Ação (46) Fantasia (36) Animação (29) Comédia romântica (25) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (7)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates