Home » , , » As Tartarugas Ninja - Fora das sombras

As Tartarugas Ninja - Fora das sombras

As Tartarugas Ninja - Fora das sombras (The Teenage Mutant Ninja Turtles - Out of Shadows, 2016) tem todos os ingredientes para agradar aos jovens e aos fãs do desenho da Nickelodeon. Mas se você é fã do desenho antigo pode estranhar a imaturidade das tartarugas mutantes: o título traduzido ocultou a palavra "adolescentes" e essa é a chave pra entender o longa. Ainda aprendendo a lidar com suas diferentes personalidades, eles serão obrigados a compreender o que realmente significa trabalhar em equipe.
Apesar de terem conseguido impedir o plano do vilão Destrutor (Brian Tee) no longa anterior e levá-lo à justiça com a ajuda de April O'neil (Megan Fox) e Vern Fenwick (Will Arnett), Leonardo (Pete Ploszek e Johnny Knoxville, respectivamente movimentos e voz), Michelangelo (Noel Fisher), Raphael (Alan Ritchson) e Donatello (Jeremy Howard) continuam vivendo nas sombras: afinal, o que seria deles se a população soubesse da existência de tartarugas ninja mutantes vivendo nos esgotos? Mesmo satisfeitos com seu sucesso na empreitada, a impossibilidade de fazer as mesmas coisas que qualquer jovem - como assistir a um jogo de basquete ou andar pelas ruas em plena luz do dia - abala a confiança dos jovens tartarugas.

Apesar disso, quando April descobre que um inteligentíssimo cientista tem planos de resgatar Destrutor durante a transferência da prisão, eles entram em ação. Mesmo com os novos "brinquedinhos" de Donnie, não conseguem impedir que o Clã dos Pés completasse o resgate. Com a ajuda do doutor Dr. Baxter Stockman (Tyler Perry), um teletransporte foi usado na fuga.
Impressionado com o que viu e responsável pela entrega dos prisioneiros, o policial Casey Jones (Stephen Amell, o Arqueiro Verde da série Arrow) não é levado à sério pela chefe de polícia Rebecca Vincent (Laura Linney) por conta de sua empolgação e descrição do acontecido. Para ela - e para qualquer outra pessoa - seria um pouco difícil de acreditar em um caminhão de lixo que tem nunchakus gigantes e atirador de tampas de bueiros. Mas se ele não pode ir atrás do vilão abduzido, ele pode tentar rastrear os outro dois prisioneiros idiotas que o acompanhavam: Beebop (Gary Anthony Williams) e Rocksteady (Stephen "Sheamus" Farrelly).

Os planos de Baxter não foram tão bem sucedidos: Destrutor fora interceptado por Krang (Brad H. Gerstenfeld) enquanto era teletransportado e descobre que há muito mais que ele pode fazer: se ajudar Krang a trazer para a Terra as outras peças de seu Tecnodromo, toda a raça humana poderá ser eliminada. Precisando de ajuda para destruir os únicos capazes de impedir o sucesso do plano, Destrutor recruta novos capangas para garantir que ninguém vá atrapalhar.

É quando O'Neil busca evidências do envolvimento do doutor Baxter nos planos de Destrutor e Jones descobre como encontrar os dois fugitivos que os caminhos deles se cruzam, e logo as Tartarugas Ninja são chamadas de volta à ação. Mas como defender o mundo da aniquilação se eles só podem se mover pelas sombras, sem alardear a sua própria existência?

É esse o dilema central do longa, que lida muito bem com o pesado drama pessoal das tartarugas e equilibra cenas de ação de tirar o fôlego e alívio cômico ao melhor estilo do clássico desenho animado. O ritmo ágil, de ação quase ininterrupta, encontra brechas importantes para a reflexão sobre preconceito, auto-aceitação, valores familiares, lealdade e respeito. Como os melhores desenhos, funciona como um entretenimento que vai além da pipoca.

Os efeitos especiais são muito bem feitos, especialmente quando se encontram os atores humanos e as tartarugas humanóides 100% digitais na mesma cena. As cenas de ação são super movimentadas (talvez até em excesso), mas o 3D da produção funciona. Os vilões animalescos são divertidos, e o supervilão Krang é supernojento também, mas os outros personagens parecem um tanto perdidos em cena - especialmente o aspirante a detetive Jones. Mas nada é tão grave que impeça o sucesso do filme.
É muito provável que o público que adorou o primeiro longa vá gostar dessa nova aventura das tartarugas mais amadas do mundo nerd. O Brasil recebeu menção honrosa (e cenas gravadas na nossa Floresta Amazônica) talvez pelo enorme sucesso que o predecessor fez por aqui - e se depender de apoio brazuca para mais uma continuação, podemos esperar um terceiro filme por aí. Pipoca de primeira.

1 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do mês

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (765) Drama (235) Lançamentos (130) Ficção científica (109) Aventura (102) Comédia (76) Musical (51) Terror (46) Ação (45) Fantasia (36) Animação (28) Comédia romântica (24) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (6)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates