3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Não é sempre que temos um filme como este!!!

Desenhos existem no mundo real. Dito isto, o grande magnata da animação é assassinado e o principal suspeito é o comediante Roger Rabbit. O coelho animado afirma, armara uma cilada para ele. E implora para que Eddie Valiant Investigue seu caso. Mas, o detetive perdeu o interesse em casos envolvendo desenhos desde que seu irmão foi assassinado por um.

Não fosse pela frase inicial deste texto é provável que ao ler a sinopse acima você não se desse conta de que Uma Cilada para Roger Rabbit é um filme com personagens animados. E como a maioria dos longas desse tipo, é confundido por um filme para crianças. Não é! Ou melhor, também é.

A criançada com certeza vai adorar a ideia dos desenhos no mundo real, e a comicidade natural deles. Entretanto sua trama deve e será apreciado pelas mentes adultas. Afinal é um filme de detetive, com assassinato, bode expiatório, supervilões, uma garota muito bonita (não é culpa dela, ela só foi desenhada assim...), e tudo que um bom mistério pode proporcionar. Ah! E também é uma comédia dos anos de 1988, logo tudo é abordado com muito bom humor e a violência é cartunesca, e ainda sem os pudores exagerados do politicamente correto.

Tenho certeza!
É assim mesmo que os desenhos são "filmados"
Não bastasse ser um filme com um ótimo roteiro, e bem desenvolvido Uma Cilada para Roger Rabbit é inigualável. Não era a primeira vez que humanos e desenhos contracenavam, mas esta foi a primeira vez que acreditamos que os personagens de traço e tinta estavam de fato em frente as câmeras. A qualidade da técnica que une live-action e animação é excelente e sobreviveu ao tempo. Mesmo assistido hoje deixa muito filme atual, repleto do mais caro CGI, parecendo trabalho amador.

É claro! As ótimas atuações do elenco liderado por Bob Hoskins (Eddie Valiant), Charles Fleischer (voz de Roger Rabbit) e Christopher Lloyd (Juiz Doom), são peças chaves no sucesso da empreitada. Esta tem a produção de Steven Spielberg e direção de Robert Zemeckis.

Achou pouco? Spielberg pôs seus contatos para trabalhar e conseguiu os direitos dos personagens de diferentes estúdios para participações especiais. Assim podemos ver Pato Donald e Patolino duelando no piano, Mickey e Pernalonga saltando de para-quedas, e ver interação de desenhos de diferentes épocas como a Betty Boop, ainda em preto e branco. Todos em potas de luxo, já que as animações principais do filme Roger, sua esposa Jessica, o bebê Herman e o Táxi Benny são personagens criados para o longa.

Bom roteiro, produção impecável, efeitos especiais que resiste ao tempo e seus personagens favoritos. Um filme assim não aparece sempre!
Tem tantos personagens aí, que você nem conhece a metade. Conhece?

2 comentários:

Hugo disse...

É um filmaço, que na época foi um marco por unir atores e animação de forma criativa e até realista.

Abraço

Fabiane Bastos disse...

Concordamos plenamente!

Valeu pela visita! ;)