Home » , , , » O Rei do Show

O Rei do Show


O Rei do Show (The Greatest Showman, 2017) narra a trajetória de P. T. Barnum (Hugh Jackman) de um simples filho de alfaiate a um dos maiores nomes do entretenimento nos Estados Unidos do século 19. Motivado pelo fato de sua paixão de infância e futura esposa Charity (Michelle Williams) vir de uma família rica, ele quis se tornar um grande homem na sociedade para lhe dar todo o conforto que merecia - e também para se provar ao sogro, que não aprovava a relação por ele ser pobre.

A família Barnum: depois das dificuldades, a fartura
Barnum se aproveita dos limões da vida para fazer suas limonadas: pulando de emprego em emprego, consegue sustentar a esposa e as duas filhas, Caroline (Austyn Johnson) e Helen (Cameron Seely). Quando é demitido, porém, de seu último emprego, surge uma oportunidade. Valendo-se de uma manobra (em bom português, fraude), consegue um bom empréstimo no banco para financiar seu sonho: construir um museu de raridades (leia-se "esquisitices"). Os negócios, porém, vão mal das pernas pois ninguém parece tão entusiasmado quanto ele e suas meninas com a ideia. Da sugestão de uma delas nasceu a fagulha: ele precisava de coisas vivas naquele lugar.

Lettie (Settle) encabeça o grupo dos artistas recrutados por Barnum
A família se pôs à caça de talentos (ou nem tanto) que fossem únicos, pessoas geralmente excluídas da sociedade por suas características físicas para torná-las estrelas de seu inusitado show. A princípio relutantes, elas aceitam e acabam encontrando forças para encarar a sociedade de frente - muitos pela primeira vez a vida. O show torna-se um sucesso de público, mas enfrenta resistência da crítica e dos preconceituosos. Barnum, porém, não esmorece: continua tentando ampliar seu negócio, e arruma uma inusitada parceria com Phillip Carlyle (Zac Efron) - um bom produtor de teatro, que tinha clientes ricos porém insatisfeitos com seus espetáculos. Agora, parece que o céu é o limite para o império de Barnum - mas não é bem assim que as coisas acontecem.

Carlyle (Efron) e Barnum (Jackman): melhor sequência do musical
Apesar do visual caprichado - e aqui incluo uma fotografia belíssima, figurinos e caracterizações muito bem executados, além de uma rica direção de arte - o filme não me cativou. A empolgação alheia (reação da maioria que assistiu à mesma exibição que eu) foi diretamente proporcional à minha decepção. Apesar do carisma de Jackson, Williams e Efron, do clima de fantasia que permeia todo o longa, tudo é meio morno, afobado e tediosamente previsível. Para um filme com cara de espetáculo da Broadway, ficar parecendo filme pipoca da Sessão da Tarde foi um resultado até bom. Me incomodou bastante também a sensação de que o diretor Michael Gracey queria provar para nós, espectadores, que ele podia fazer um novo Moulin Rouge - só que ele passou longe da genialidade de Baz Luhzman aqui. Já estamos acostumados com as coreografias modernas, mas em alguns números a dança parecia apressada demais para o clima da cena.

Falta delicadeza para cantar e dançar com poesia o amor desses dois
Há muitos excessos e muitas faltas. Excesso de efeitos especiais (os animais do circo ficaram bem falsos), de condescendência pelo personagem principal (ele ganhou a vida ludibriando os outros), de músicas repetitivas (fora dois números realmente empolgantes, todas as outras músicas pareciam a mesma), excesso de músicas dubladas bem coreografadas (já vi lipsyncs melhores em programas de TV...). Mas o pior foi o que faltou: não há espaço para dar dimensão aos outros personagens. Os artistas - aqueles que deveriam ser exaltados no palco - foram esquecidos até na tela (pareciam apenas o corpo de baile ao invés dos protagonistas do show de Barnum), o romance dos astros teen Zendaya e Zac Efron não convence (e ainda fica só de raspão a crítica ao preconceito ao amor inter-racial)... Faltou alma ao filme, mesmo que seus atores tenham se empenhado para fazer um grande espetáculo.

Zendaya convence no drama, mas romance da personagem não empolga
Ok, admito que gostei e muito de ver Zendaya cantando e em cena (e o máximo que eu sabia dela era que havia sido protagonista de um seriado infantil da Disney) e que ela provou que tem muito potencial dramático, mas só o carisma dos atores definitivamente não funciona para salvar um roteiro fraco. No fim, a sensação é de que eu também fui ludibriada por Barnum e assisti a um de seus shows fraudulentos. Assim, dá para assistir o resultado final dessa estória - e eu duvido que você consiga sair sem cantarolar as músicas - mas O Rei do Show está longe de ser um dos melhores do seu gênero. 

0 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do momento

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (774) Drama (235) Lançamentos (139) Ficção científica (109) Aventura (103) Comédia (76) Musical (52) Ação (48) Terror (47) Fantasia (37) Animação (29) Comédia romântica (25) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (7)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates