Jogador Número 1


Baseado no livro homônimo de Ernest Cline, Jogador Número 1 (Ready Number 1, 2018) é o mais recente filme do diretor Steven Spielberg - o que soa perfeito, já que ele é um especialista em mesclar Ficção Científica, Aventura e Fantasia. A trama gira em torno de um jovem pobre que vê em uma disputa de videogame a oportunidade de mudar sua vida para sempre - se ele sobreviver ao jogo. 

Halliday (Rylance) e Morrow (Pegg): os nerds que criaram um mundo virtual
O ano é 2045 e os Estado Unidos estão no auge do abismo social. Destruído pela ganância capitalista, tudo se divide entre quem pode pagar e quem não pode. Nesse contexto, dois homens - Ogden Morrow (Simon Pegg, de Missão Impossível e Star Trek) e James Halliday (Mark Rylance, de Ponte dos Espiões) se tornam heróis ao criar um ambiente virtual onde o acesso é gratuito e a imersão é total: o OASIS é a perfeita fuga da realidade, um lugar onde qualquer um pode ser qualquer coisa que deseje. Mas os seus criadores acabam se distanciando quando desejam destinos diferentes para o ambiente virtual que criaram. Ogden quer expandir a empresa e torná-la ainda mais rentável, porém Jim queria manter a pureza dos jogos para entretenimento. Antes de morrer, Jim programou um concurso lendário: o primeiro a descobrir o easter-egg (um tipo de segredo escondido na programação dos videogames, que geralmente trazem grandes bônus e prêmios para os jogadores) que ele deixou no OASIS herdaria toda sua fortuna e sua parte na empresa.

Wade (Sheridan) no mundo real, enquanto experimenta o mundo virtual como Parzival
Wade Watts (Tye Sheridan, o jovem Ciclope de X-Men - Apocalipse) é apenas mais um caça-ovos na disputa pelo prêmio principal do concurso mais rentável da História. Como todos os outros, ele sonha conquistar o prêmio máximo e sair do trailer onde mora com a tia. Seu codinome no OASIS é Parzival, como o cavaleiro que encontra o Santo Graal (uma das inúmeras referências neste filme). Contando com a ajuda de seus amigos virtuais, Wade/Parzival precisa encontrar as três chaves e chegar ao último portão para pegar o ovo - mas Halliday não fez dessa uma competição fácil. Além dos desafios normais dos jogos de videogame, a vida real pode atrapalhar - e muito - o desempenho de Parzival na disputa pelo grande prêmio. A começar pelo coração.

Parzival e Art3mis (Cooke): paixão no mundo virtual também é real?
Art3mis (Olivia Cooke, de Bates Motel) é uma forte competidora e também a paixão secreta de Wade. Sem saber se pode tratá-la como aliada, namorada ou concorrente, ele ainda tem que lidar com a possibilidade dela ser, na vida real, alguém totalmente diferente do que ele imagina. Além disso, todo caça-ovos precisa se preocupar com uma ameaça ainda maior: a IOI, uma empresa de serviços da internet, quer a todo custo obter os direitos sobre o OASIS e faturar muito dinheiro em cima de propagandas, vendas de equipamentos e fornecimento de internet. A ameaça tem um rosto e um nome: Nolan Sorrento (Ben Mendelsohn, de Rogue One - Uma Aventura Star Wars), o líder inescrupuloso de uma equipe de jogadores e hackers chamados de Os Seis.

Sorrento (Mendelsohn): poder e ambição em um só personagem
Muito mais que apenas seis pessoas, eles representam uma divisão da empresa especializada em pesquisar informações sobre as pistas e jogadores que aceitaram participar da competição pelo prêmio máximo em troca de um salário fixo (raridade e luxo nesse cenário). Porém, apesar dos muitos esforços dos caça-ovos independentes e dos famigerados Seis, ninguém tinha sequer descoberto como conseguir a primeira pista. E foi quase acidentalmente que Parzival a descobriu e ganhou a primeira chave do desafio, desencadeando a verdadeira corrida contra o tempo para garantir que aquele mundo, o único onde a vida fazia sentido para ele, não caísse em mãos erradas.

O exército dos Seis logados no OASIS: concorrência desleal
Em Jogador Número 1 acontece algo muito raro: o roteiro do longa em quase nada se parece com a obra original; mas, ainda assim, os dois produtos são muito bons. O próprio autor do livro é um dos roteiristas (Zak Penn assina com ele a adaptação do roteiro), então a essência dos personagens e suas funções permaneceram as mesmas, mas todo o resto foi alterado. Com razão, pois a enxurrada de informação que existe na primeira parte do livro não caberia em  um único filme (mesmo que este tenha quase 2h20 de duração). Todos ganham com essa alteração: em termos de ritmo, é ação do início ao fim - e os fãs da obra podem curtir novamente o que é ser desafiado pelo jogo de Halliday (os desafios e sequências são tão diferentes e intrigantes quanto os originais).

Os efeitos especiais desse filme são absurdamente bons e não tomam o protagonismo da estória
Alternando realidade e atuação com personagens humanos com imersão no OASIS regada a muitos efeitos especiais, o visual de Jogador Número 1 impressiona e encanta. Cenas épicas de batalhas com monstros, robôs, naves e super-heróis ficaram ainda mais impactantes na exibição em 3D IMAX, que ressaltaram a qualidade estupenda dos gráficos usados. Mais do que somente valorizar essa parte, o roteiro abre espaço para discussões muito humanas e pertinentes: questões como preconceito, arrependimento, desigualdade social, ambição desenfreada, corrupção, esperança e senso de justiça são temas importantes tocados nessa fantástica fábula dos tempos modernos.

Sim, você já viu essa cena antes. Não esqueça de procurar por mais referências!
O diretor Spielberg rege magistralmente essa imensa salada de referências e nostalgia, inclusive incluindo várias de suas criações no contexto - o DeLorean de De Volta Para o Futuro tem participação especial (e crucial) no longa. É preciso estar atento para perceber menções sutis (e outras nem tanto) a grandes clássicos do cinema, da música, dos videogames e da cultura pop dos anos 1980 - o que certamente vai agradar aos que tem mais de 30 anos. Mais do que se fixar em uma audiência específica, Jogador Número 1 foi pensado para agradar a todos os gêneros e faixas etárias: independente do seu grau de nerdice, com certeza o público irá se divertir e se emocionar com esta aventura deslumbrante. É um filme que trará a vontade de ver de novo, para que se vejam todos os detalhes e se deliciar com a maravilhosa trilha sonora. Esteja pronto para jogar!

0 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis

Especial do momento

Mulan

As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Agora nos dedicamos a um filme por mês, sem deixar de lado as críticas dos lançamentos no cinema. Venha com a gente descobrir curiosidades dos nossos especiais e se atualizar das estreias nas telonas!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (771) Drama (235) Lançamentos (136) Ficção científica (109) Aventura (102) Comédia (76) Musical (52) Terror (47) Ação (46) Fantasia (36) Animação (29) Comédia romântica (25) Épico (24) Faroeste (22) Biografia (21) Thriller (7)

Arquivo do blog

Google+ Followers

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates