3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 4 de março de 2010

Inspirados em Oz

Todo clássico que se preze inspira outros filmes, refilmagens e produções na Brodway. Essa história teve várias versões para o cinema. Vamos conferir algumas.

"O feiticeiro" (The Wiz, 1978), uma filmagem de peça da Brodway de mesmo nome, cuja inspiração veio do livro de L. Frank Braum, é a versão mais diferente de todas. Produzido pela Motown, famosa gravadora dos anos 70, o filme conta a história da tímida professora do Harlem (Diana Ross), que é magicamente transportada para para o maravilhosa terra de Oz, que é a versão mágica da cidade de Nova York. Ela se torna amiga de um espantalho (Michael Jackson), um homem de lata (Nipsey Russell) e um leão covarde (Ted Ross). Juntos vão atras do feiticeiro de Oz (Richard Pryor) que diz ser poderoso o bastante para leva-la para casa de novo. O filme é adaptado da peça da Brodway de mesmo nome do ano 1975. Foi ainda indicado a quatro Oscar: Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Cenografia. Também foi dirigido por Sidney Lumet. Apesar de ter um elenco grandioso, ter sido dirigido por Lumet e pelas indicações para o Academy Awards, foi um fracasso de bilheteria e crítica, porém os criticos deram pontos positivos para a atuação de Michael Jackson.



Com "Tin Man - a nova geração de Oz" (Tin man, 2007) a história ganha ares de releitura, uma versão moderna da história. Até o poster do filme mantém os ares clássicos, porém repaginados. Nessa ficcção científica, a garçonete D.G (Zooey Deschanel) pousa inesperadamente em um lugar desconhecido e precisa da ajuda de três improváveis amigos e do grande Mystic Man (o vencedor do Oscar Richard Dreyfuss) para fugir da cruel bruxa Azkadellia (Katheen Robertson). Os outros rostinhos conhecidos são de Alan Cumming (O filho do Máscara, X-Men 2)


Uma versão bem antiga e totalmente tupiniquim é "O Mágico de Oróz", de 1984, com a turma toda de Os Trapalhões no auge do sucesso. Didi, um sertanejo humilde que padecia fome e sede devido à seca no nordeste brasileiro, segue com seus companheiros Soró e Tatu rumo à cidade de Oróz em busca de melhores condições de vida. Pelo caminho, Didi encontra mais três novos companheiros: o Espantalho (Zacarias), a quem salvou de um bando de Carcarás; o Homem-de-lata (Mussum), que desejava um coração para completar sua felicidade; e o Leão (Dedé Santana), que era o delegado covarde de Oróz. O Leão desejava livrar-se de sua covardia. Até que encontram no deserto o lar do Mágico de Oróz. Este os aconselha a buscarem um monstro de metal que jorra água pela boca, a fim de resolverem o problema da seca e a nunca desistirem na busca pra conseguir o que desejam. Após enfrentarem e derrotarem, com a ajuda do Mágico de Oróz, o malvado Coronel Ferreira, que comercializava a pouca água dos açudes de Oróz, são levados pelo Mágico e seus poderes à cidade do Rio de Janeiro, onde conseguem encontrar o procurado "monstro" (que na verdade era uma torneira gigante).

Nem mesmo os Muppets conseguiram resistir aos encantos do Grande Mágico e fizeram a sua versão, "The Muppest's wizard of Oz" (2005). Sonhando ser uma cantora famosa, a talentosa Dorothy Gale sempre quis atingir o topo de uma boa carreira de música. No entanto, seus tios (principalmente a Tia Em) a proíbem de sair para longe. Triste, ela vai para o trailer em seu quarto para descansar. No entanto, iria chegar um ciclone no Kansas e eles procuraram um abrigo, mas Dorothy se esqueçe de Totó (seu lagostim de estimação) e volta atrás dele. Chegando tarde demais, o trailer em que ela estava é atingido pela fúria dos ventos e ela é enviada ao mundo mágico de Oz, e sai em busca de um modo para ir para casa. No caminho ela conheçe o Robô de Lata (Gonzo), o Leão Covarde (Urso Fozzie) e o Espantalho (Caco, o Sapo). No elenco humano, participações de Queen Latifah, da cantora de R&B Ashanti e do diretor Quentin Tarantino (?!), como ele mesmo.
De 1908 à 2008 fora feitos cerca de 31 longas com histórias de Oz. Conheça todos os títulos.

0 comentários: