3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Curiosidades de Aurora

"o maior filme jamais produzido"
John Ford


Adaptado a partir do conto Viagem a Tilsit, do escritor alemão Herrman Suderman, pode-se também encontrar no roteiro de Aurora vários elementos do romance Uma história americana, de Theodore Dreiser, lançado dois anos antes e o sucesso comercial literário d época nos Estados Unidos.


O longa foi o mais caro lançamento da Fox Film Corporation, até então.

Em 1989 recebeu a classificação de significância histórica, estética e cultural pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos e foi selecionado para preservação pelo British Film Institute. Em 1967, a revista Cahiers du Cinéma escolheu Aurora como "a maior obra-prima da história do cinema".
"filme mais belo do mundo"
François Truffaut
Assim caminha a humanidade, filme estado-unidense de 1956, dirigido por George Stevens, faz refenrencia direta a uma cena. A passagem marcante que ocorre na igreja, quando o casal, ao presenciar uma cerimônia de casamento alheia, recupera sua identidade matrimonial. Outros filmes notáveis sofreram forte influência dessa técnica cinematográfica primorosa, como O delator, rodado em 1935 por John Ford, e Cidadão Kane, filmado em 1941 por Orson Welles.

Seus efeitos especiais eram inovadores para a época. A reexposição do filme a novos takes, com o objetivo de formar imagens soprepostas, e o efeito Schüfftan, que emprega espelhos para inserir a imagem de atores em cenários em miniatura, ambos também utilizados no ano anterior por Fritz Lang em sua obra-prima Metrópolis, abriram muitas possibilidades para o cinema mundial, permitindo a exploração de temas antes inalcançáveis.
Entre os dez filmes da vida do cineasta português João César Monteiro, Aurora ocupa todas as dez posições!
Foi a primeira grande produção cinematográfica com som ambiente sincronizado, captado pelo sistema Fox Movietone. A técnica já havia sido testada naquele mesmo ano no curta-metragem They're coming to get me. Também foi o primeiro a ter trilha musical incorporada, composta por Hugo Riesenfeld.

Lançado originalmente em 1927, Aurora filme só teve sua primeira exibição pública em cinema brasileiro no dia 19 de outubro de 2008, por ocasião da Programação Poemas Visionários: O Cinema de F. W. Murnau, ocorrida no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro em homenagem aos 120 anos de nascimento do diretor alemão.
Para Martin Scorsese, Aurora não é um filme, e sim como um "poema visual"!


Prêmios de Aurora! 
Oscar
Melhor produção cinematográfica única e artística, prêmio nunca mais concedido novamente, uma espécie de consolação pelo segundo lugar na disputa pelo Oscar de melhor filme laureado a Asas, de William A. Wellman

Melhor atriz – Janet Gaynor (por sua atuação em Aurora, O anjo da rua e Sétimo céu)

Melhor cinematografia - Charles Rosher e Karl Struss

Indicado para Melhor direção de arte - Rochus Gliese

Kinema Junpo Awards
Melhor filme em língua estrangeira – F. W. Murnau


2 comentários:

Danielle disse...

Adorei as informações. Não sabia uma porção dessas coisas. Esse prêmio Oscar que ele ganhou foi interessante. Podiam fazer isso hoje: continuar premiando o filme mais high tech mas não deixar de lado aqueles que tem qualidades artísticas.

Sétimo Céu é outro filme lindo da Janet - fiz o maior chororô enquanto o via...

bjs
Dani

Fabiane Bastos disse...

Também fiquei surpresa quando descobri mais sobre Aurora. Como pode um filme de que nunca ouvi falar ser tão adorado??? É nessas horas que percebo que ainda tenho muitos filmes a ver, rs.

Adoro descobrir categorias novas (ou melhor, antigas) do Oscar! Como aquelas que separavam os filmes p&b e coloridos.

E o aprendizado continua...