3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A maratona está só começando

Quanto mais quente melhor: um dos favoritos do ano
O ano de 2010 aqui no DVD, sofá e pipoca foi uma verdadeira maratona para nós, blogueiras. Aí você vai dizer: são só 50 filmes! Nada disso, caro leitor. Muitas vezes a corrida começa antes, para achar um filme mais raro. Outras, a batalha é conseguir tempo durante a semana para ver. E lembre-se de que nem sempre o escolhido era de nosso gosto pessoal - ou onde estaria o desafio, não é mesmo? Isso sem falar nos posts de curiosidades que vamos colocando durante a semana. Esse mérito é muito mais da Fabi, que vasculha a internet (e o YouTube) como ninguém para abastecer este espaço com material à beça. 

Mas, chega de enrolação. Vim aqui para dizer o que tudo isso representou pra mim. Antes de tudo, foi estimulante. Mesmo quando batia a preguiça ou quando eu estava enrolada, o senso de "dever" me "obrigava" a escrever. E isso me deu a chance de rever filmes que adoro, como Curtindo a vida adoidado, Casablanca, Pulp fiction e Exterminador do futuro, como me deu a chance de descobrir novidades como Aurora, O bandido da luz vermelha e O mágico de Oz. Sim, todos estes estavam disponíveis em DVD, passaram à exaustão na TV, alguns poderiam ser vistos até online. O fato é que podemos nos acomodar e sempre deixar pra depois o que a gente acaba não fazendo nunca. E é uma pena! Imagina, eu poderia ter deixado de conhecer filmes lindos como A felicidade não se compra e Quanto mais quente melhor

A felicidade não se compra: fofo demais
 Claro que não são todos que vão entrar para os meus favoritos. O nascimento de uma nação, por exemplo, provocou um dos meus textos mais inspirados do ano, embora tenha me revoltado profundamente. Embora não, justamente por isso. Já O atalante também não me atraiu muito nem me ajudou na hora de escrever. Fazer o quê? Mas, como apaixonada pela sétima arte, não posso deixar de agradecer pela experiência. Afinal, me diverti com Luzes da cidade, me emocionei com E o vento levou, me surpreendi com Rastros de ódio e me intriguei com 2001: uma odisseia no espaço. Foram tantos que gostei de ver (ou rever)., mas  ainda faltam tantos! É por isso que 2011 vem aí com novos desafios. Agora não tem jeito, vou precisar entrar em forma para a próxima maratona!

0 comentários: