3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Um pouco mais do diretor: John Hughes

Diretor, roteirista e produtor John Wilden Hughes, Jr., é considerado o rei das comédias adolescentes da década de 1980. Nascido em 18 de fevereiro de 1950, começou a carreira após abandonar a Arizona State University, escrevendo piadas para humoristas bem estabelecidos. Nos anos 70 escreveu para a revista National Lampoon, foi nessa época que começou a escrever roteiros.

A estréia como diretor foi em 1984, com Gatinhas e Gatões, o primeiro de uma série de obras que chamaram a atenção ao retratar o universo adolescente com simplicidade, verdade e ausência de censuras e julgamentos. É dessa época seu conjunto de obras consideradas clássicos da sessão da tarde, como Curtindo a Vida Adoidado e Clube dos Cinco.

Com receio de ficar marcado como diretor que só faz comédias adolescentes, em 1987 dirigiu Antes Só do que Mal-Acompanhado, com Steve Martin e John Candy. A mudança na temática continuou em seus próximos três filmes, Ela Vai Ter um Bebê, Quem Vê Cara Não Vê Coração e A Malandrinha. Nenhum deles repetiu o sucesso de suas comédias adolescentes. A Malandrinha (1991) foi seu último trabalho como diretor.

Seu maior sucesso comercial, no entanto, foi como roteirista. Esqueceram de mim, com roteiro de Hughes e direção de Chris Columbus (de Harry Potter e a Pedra Filosofal), foi o filme mais assistido de 1990, e detém o título de comédia live-action mais bem sucedida de todos os tempos. Além de transformar Macaulay Culkin em uma das estrelas mirins mais rentáveis dos anos 90.

Em 1994, Hughes voltou a morar em Chicago, afastado da vida publica, mas continuou a escrever roteiros e produzir filmes.  Em alguns deles assinava com pseudônimo "Edmond Dantès", uma homenagem ao personagem principal de O Conde de Monte Cristo.

Hughes morreu em 6 de agosto de 2009, aos 59 anos. Teve um ataque cardíaco durante uma caminhada em Manhattan, onde visitava parentes. No ano seguinte recebeu um tributo no Oscar, apresentados pelos outrora astros adolescentes de seus filmes.

0 comentários: