3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Bates Motel

CUIDADO SPOILERS À VISTA!!!

Sim. Quem assistir à Bates Motel, inevitavelmente vai descobrir detalhes da trama de Psicose. Logo, se você já viu o clássico de Hitchcock, ou não liga para spoilers, continue. Se ainda não viu, vá correndo corrigir este erro e volte aqui o mais rápido possível, pois vale a pena!

Prelúdio (quase sempre funcionam melhor se assistido depois) de Psicose, a série apresenta a conturbada relação entre Norma (Vera Farmiga) e Norman Bates (Freddie Highmore, aquele que ganhou uma Fábrica de Chocolates do Willy Wonka). Mãe e filho, este último apenas com 17 anos, nos são apresentados logo após a morte do marido de Norma, quando a família decide recomeçar, comprando um pequeno hotel de estrada, em uma cidadezinha do interior.

Como se suas personalidades não fossem complexas o suficiente, White Pine Bay, no Oregon, não é la uma das cidades mais comuns dos EUA. Segundo os produtores a nova residencia dos Norman foi inspirada pela série Twin Peaks.

A cidadezinha bizarra era o detalhe que faltava para completar a receita de "como criar um psicopata". Servindo de pano de fundo e agravante para a possessiva relação entre Norma e Norman. Os 10 episódios da primeira temporada contam ainda com surpresas e reviravoltas, afinal tem que fazer jus à obra que o inspirou.

Os episódios foram filmados em Aldergrove, British Columbia, Canadá. Ondem réplicas idênticas da casa e do motel utilizados por Hitchcock. Os originais ainda existem, são atrações do passeio turístico do Universal Studios


Bem recebida pela crítica e público, a série que estreou em março de 2013 nos Estados Unidos, já garantiu sua segunda temporada à estrear no mesmo período em 2014. No Brasil, a série estreou em junho no Universal Channel.

Continue ligado no nosso especial do mestre do suspense. Um mês inteiro apenas com filmes de Hitchcock. Enquanto isso, confira à baixo um divertido vídeo de Freddie Highmore indo além em seu trabalho interpretativo para Norman:



0 comentários: