3 blogueiras + 1 desafio = aprimorar a cinefilia.
DVD, sofá e pipoca,
formando cinéfilas melhores!

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Os Oscars de "Contatos Imediatos do Terceiro Grau"

É isso mesmo, eu não coloquei a foto errada, Luke e C3PO
entregaram um dos prêmios de
Contatos.
Mas blogueiras, eu li seu post sobre os prêmios do filme, e vi que a produção só recebeu prêmios técnicos, que são chatos de assistir. Porque vocês tão postando isso? - É verdade caro cinéfilo Contatos Imediatos do Terceiro Grau só recebeu Oscars por categorias técnicas.

Entretanto um deles foi na verdade um prêmio especial pela inovação nos efeitos sonoros. Que no mesmo ano também foi entregue à Guerra nas Estrelas. Por isso, quem entregou ambos os prêmios foram Mark Hamil (o Luke Skywalker), e os robôs R2D2 e C3PO. Isso vale à pena assistir! 

Mas não deixe de ver também a entrega para os vencedores de melhor fotografia, no fim do post. Afinal não é só de rostos famosos que vive o cinema.



quarta-feira, 29 de abril de 2015

Curiosidades de "Contatos Imediatos do Terceiro Grau"

Estreou na mesma semana em que Guerra nas Estrelas  (1977) ultrapassou Tubarão (1975) se tornando o maior sucesso de público de todos os tempos, na época.

O filme detém o recorde de mais diretores de fotografia em uma produção (11, contando a edição especial).

Tornou-se um dos primeiros filmes a ter uma "Special Edition" versão do diretor, que Steven Spielberg fez quando queria melhorar a sua visão original.

Steven Spielberg declarou que absolutamente nada em sua vida foi mais difícil do que a edição dos últimos 25 minutos de Contatos Imediatos do Terceiro Grau.

O roteiro original de Contatos Imediatos de Terceiro Grau foi escrito por Paul Schrader, mas como ele foi bastante modificado por Steven Spielberg o próprio Schrader solicitou que seu nome fosse retirado dos créditos do filme. Como era preciso colocar alguém no crédito de roteirista, Spielberg colocou seu próprio nome no local.

O lançamento do Blu-Ray Ultimate Edition em Novembro de 2007 marcou a primeira vez que um filme de Steven Spielberg, foi lançado em alta definição.

Desde o início, quando ele assumiu a parte de Lacombe, François Truffaut deixou bem claro que ele trabalha estritamente como ator, e ele não tinha nenhum interesse em ajudar como assistente de

O personagem Claude Lacombe (François Truffaut) é inspirado em perito em OVNIs real, o francês Jacques Vallée. direção.

Os pequenos aliens no filme foram interpretados por meninas locais com idade entre 8 e 12 anos de idade. As meninas foram usados em vez dos meninos porque Steven Spielberg sentiu que elas se moviam de forma mais elegante.

Durante a cena do jantar, você pode ouvir a menina dizer: "Há uma mosca em minhas batatas." Esta fala foi improvisada e quase causou o gargalhadas no resto do elenco. A cena foi mantido como está.

O pai de Richard Dreyfuss era um extra no filme e passou seis meses no local; no entanto, as cenas em que ele apareceu não entraram no corte final.

Barry é mostrado para sendo surpreendido pelos extraterrestres. O diretor Steven Spielberg tinha dois membros da equipe escondidos em caixas fora da cena, um em uma roupa de palhaço e um em uma roupa de gorila. Um saiu, depois o outro enquanto as câmeras rodavam, pegando reação desnorteada do jovem Cary Guffey. Spielberg, em seguida, sussurrou para o gorila para remover a máscara, provocando um sorriso de Guffey.

Desempenho de Cary Guffey era tão bom que eles só tinha que fazer um ou dois takes de cada cena em que ele estava. Ele tornou-se conhecido no set como One-Take Cary (Cary de uma tomada), e Steven Spielberg fez uma t-shirt impressa para ele com o apelido escrito nela.

Stanley Kubrick ficou tão impressionado com o desempenho de Cary Guffey que ele queria para o papel de Danny Torrence em O Iluminado (1980).

As palavras que a multidão na Índia está cantando são "Aaya Aaya! Re!" que em hindi significa "Ele chegou".

O cão de Steven Spielberg pode ser visto durante a libertação dos seres humanos a partir da nave-mãe descendo a rampa. O cão também foi visto em Tubarão (1975) como o cão de Brody.

Steven Spielberg repetidamente assistiu Rastros de Ódio (1956), enquanto ele estava fazendo o filme.

Na cena em que Ronnie corta um artigo de jornal sobre os avistamentos de OVNIs, a noite após o primeiro vislumbre dos objetos voadores, um artigo sobre Guerra nas Estrelas (1977) aparece em ambos os lados do artigo sobre OVNI.

A maioria das miniaturas OVNI foram filmados em salas cheias de fumaça escura para dar-lhes um efeito de auréola e assim os raios de luz que emanam deles seria mais proeminentes.

A parte inferior da nave-mãe foi inspirado pelas luzes de San Fernando Valley, à noite.

A última cena a ser filmada foi a cena de abertura no deserto.

O título provisório de Contatos Imediatos de Terceiro Grau era "Watch the Skies", que são justamente as palavras finais ditas no filme.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Prêmios de "Contatos Imediatos de Terceiro Grau"

Ao todo o filme recebeu 17 prêmios e foi indicado à outros 33. Confira:

Oscar
  • Fotografia
  • Special Achievement Award - Frank E. Warner - For sound effects editing
Indicado Best Actress in a Supporting Role - Melinda Dillon, Best Director, Best Art Direction-Set Decoration, Best Sound, Best Film Editing, Best Effects, Visual Effects,Best Music, Original Score

Globo de Ouro
Indicado Best Motion Picture - Drama, Best Director, Best Screenplay - Motion Picture, Best Original Score - Motion Picture

BAFTA
  • Best Production Design/Art Direction
Nomeado Anthony Asquith Award for Film Music - John Williams, Best Cinematography, Best Direction, Best Film, Best Film Editing, Best Screenplay, Best Sound, Best Supporting Actor - François Truffaut

Saturn Award (1978)
Nomeado Best Science Fiction Film, Best Actor - Richard Dreyfuss, Best Actress - Melinda Dillon, Best Writing, Best Supporting Actress - Teri Garr, Best Make-Up, Best Special Effects

Saturn Award (2002)
Nomeado Best DVD Classic Film Release

Saturn Award (2008)
Nomeado Best DVD Special Edition Release - 30th Anniversary.

Eddie
Nomeado Best Edited Feature Film

Award of the Japanese Academy
Nomeado Best Foreign Language Film

David di Donatello Awards
  • Miglior Film Straniero

Directors Guild of America
Nomeado Outstanding Directorial Achievement in Motion Pictures

  • Golden Screen - Alemanha

Grammy Awards
  • Best Album of Original Score Written for a Motion Picture or Television Special

Hugo Awards
Nomeado Best Dramatic Presentation

Motion Picture Sound Editors
  • Best Sound Editing - Sound Effects

National Board of Review
  • Top Ten Films
  • Special Citation - For the special effects.

National Society of Film Critics Awards
2nd place - Best Director
3rd place - Best Film

New York Film Critics Circle Awards
3rd place - Best Film, Best Director

Online Film Television Association
Motion Picture

Writers Guild of America
Nomeado Best Drama Written Directly for the Screen

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Contatos Imediatos de Terceiro Grau

Spilberg e extraterrestres, receita certeira...

Close Encounters of the Third Kind
1977 - EUA/Reino Unido
137 min - cor
Ficção científica

Direção: Steven Spielberg

Roteiro: Steven Spielberg

Música: John Williams

Elenco: Richard Dreyfuss, François Truffaut, Teri Garr, Melinda Dillon, Bob Balaban, Cary Guffey, Lance Henriksen

Vencedor de 2 Oscar.

Estranho...

Então. Fazia tempo que eu queria ver Donnie Darko (Donnie Darko, 2001), uma vez que ele era super bem comentado por críticos e por amigos cinéfilos. Não sabia o que esperar - jurava que era um filme de terror, mas ao ler a sinopse já vi que não era bem assim - e posso dizer que fiquei meio decepcionada. Mas, no geral, achei interessante a ideia do filme.


Um jovem, Donnie (Jake Gyllenghal) sofre de sonambulismo e acaba comentendo alguns atos de vandalismo enquanto dorme. Quem o "obriga" a fazer as coisas é seu amigo imaginário Frank, um coelho humanóide gigante e sinistro, que o avisa que o fim do mundo está próximo. Depois que uma turbina de avião cai inexplicavelmente sobre seu quarto, justamente quando ele retorna pra casa depois de ter pssado a noite fora com Frank e ter recebido a mensagem do apocalipse, a paranoia de Donnie só aumenta.

O comportamento do rapaz fica cada vez mais agressivo, e novos incidentes vão acontecer. Estranhas coincidências também começam a surgir e Donnie passa a ficar obcecado com a ideia de viagem no tempo. As alucinações ficam mais fortes e constantes, e o dia do apocalipse chega antes de ele estar realmente preparado para isso. E a gente também.

Achei o ritmo do filme meio lento, talvez pra enfatizar a distância da realidade em que Donnie se encontrava, mas acabou parecendo que o filme se resolveria melhor em um curta do que em um longa. Vários personagens são apresentados de forma superficial, não há destaque na parte do ambiente familiar caótico em que Donnie vive, não há o tão esperado (por mim, ao menos) encontro entre ele e a Vovó Morte... Enfim, pequenos detalhes que, no fim, me incomodaram. Mas até que foi bacana ver os irmãos Gyllenghal interpretaso irmãos, e também foi divertido reconhecer rostos como Seth Rogen e Jena Malone, que à época estavam apenas despontando. Mais divertido ainda foi ver Patrick Swayze como um personagem sombrio e reconhecer a velhinha que morre no ônibus em Velocidade Máxima e o doutor do Plantão Médico (e agora Bibliotecário) na escola onde Drew Barrymore é professora - e juro que o carinha que apareceu na festa de Halloween vestido de lobo era o Ryan Reynolds!


Acho que acabei curtindo mais o filme por esses easter eggs citados do que pela estória em si. Para mim, não casou muito bem a teoria de viajar no tempo com o tom mais sombrio que foi impresso no filme. Achi que faltou alguma coisa pra dar liga entre desenvolver a psicopatia do jovem e desenhar a linha do tempo a ser desconstruída. Vou dar uma segunda chance ao filme no futuro (ou quem sabe isso já aconteceu e eu não sei?). Mas sei que já foi uma vitória não ter tido pesadelo com Frank.

domingo, 26 de abril de 2015

"Mad World"

"Mad World" é uma canção da banda britânica the Tears for Fears, escrita por Roland Orzabal e cantada pelo baixista Curt Smith.F oi o terceiro single da banda e primeiro hit a alcançar 3º lugar no UK Singles Chart em novembro de 1982.

Duas décadas mais tarde, "Mad World" ganhou nova popularidade quando foi regravada com um estilo minimalista muito mais lento e sombria por Michael Andrews e Gary Jules para a trilha sonora de Donnie Darko em 2001. Confira as várias versões da canção.

Versão para o filme, com tradução


Versão original do Tears for Fears



Vídeo orficial da versão de Gary Jules


Versão do reality-show de Glee, só pq ficou legal

sábado, 25 de abril de 2015

A trilha sonora de "Donnie Darko"

Quase todas as músicas foram escritas e interpretada por Michael Andrews. A exceção é exceto "Mad World", escrita por Roland Orzabal (Tears For Fears); interpretada por Gary Jules e Michael Andrews). Confira a lista completa:

"Carpathian Ridge" – 1:35
"The Tangent Universe" – 1:50
"The Artifact and Living" – 2:30
"Middlesex Times" – 1:41
"Manipulated Living" – 2:08
"Philosophy of Time Travel" – 2:02
"Liquid Spear Waltz" – 1:32
"Gretchen Ross" – 0:51
"Burn It to the Ground" – 1:58
"Slipping Away" – 1:17
"Rosie Darko" – 1:25
"Cellar Door" – 1:03
"Ensurance Trap" – 3:11
"Waltz in the 4th Dimension" – 2:46
"Time Travel" – 3:01
"Did You Know Him?" – 1:46
"Mad World" (regravação da música original de Tears For Fears) – 3:08
"Mad World (Alternate Mix)" (regravação da música original de Tears For Fears) - 3:37



Quando o filme foi relançado no Reino Unido, foi liberada uma expansão da trilha sonora. Osegundo disco incluia músicas dos anos 1980, amplamente exploradas no filme.

"Never Tear Us Apart" (INXS) – 3:04
"Head Over Heels" (Tears for Fears) – 4:16
"Under the Milky Way" (The Church) – 4:58
"Lucid Memory" (Sam Bauer and Gerard Bauer) – 0:46
"Lucid Assembly" (Gerard Bauer and Mike Bauer) – 0:52
"Ave Maria" (Vladimir Vavilov and Paul Pritchard) – 2:57
"For Whom the Bell Tolls" (Steve Baker and Carmen Daye) – 3:12
"Show Me (Part 1)" (Quito Colayco and Tony Hertz) – 2:05
"Notorious" (Duran Duran) – 4:00
"Stay" por (Oingo Boingo) – 3:38
"Love Will Tear Us Apart" (Joy Division) – 3:23
"The Killing Moon" (Echo & the Bunnymen) – 5:55

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Imagens de bastidores de "Donnie Darko"

Confira a raras imagens de bastidores e a bagunça que rolou por trás das câmeras, de um nos filmes mais nonsense de sua época.

Clique nas imagens para ampliar:


   



quinta-feira, 23 de abril de 2015

Prêmios de "Donnie Darko"

Sundance Film Festival (2001)
Nomeado Grand Jury Prize - Dramatic

Amsterdam Fantastic Film Festival (2001)
  • Silver Scream Award

Sweden Fantastic Film Festival (2001)
  • Audience Award - Best Feature

San Diego Film Critics Society Awards (2001)
  • Best Screenplay, Original

Sitges - Catalonian International Film Festival (2001)
  • Best Screenplay
Nomeado Best Film

Saturn Award (2002)
  • Special Award - Young Filmmaker's Showcase
Independent Spirit Awards (2002)
Nomeado Best First Feature, Best First Screenplay, Best Male Lead - Jake Gyllenhaal

Cinénygma - Luxembourg International Film Festival (2002)
  • Audience Award

Gérardmer Film Festival (2002)
  • Premiere Award

Online Film Critics Society Awards (2002)
Nomeado Best Breakthrough Filmmaker

Awards Circuit Community Awards (2002)
Nomeado Honorable Mentions (The Next Ten Best Picture Contenders)

London Critics Circle Film Awards (2003)
Nomeado Film of the Year

Film Critics Circle of Australia Awards (2003)
  • Best Foreign Film - English Language

Chlotrudis Awards (2003)
  • Best Actor - Jake Gyllenhaal
  • Best Original Screenplay

Saturn Award (2006)
  • Best DVD Special Edition Release

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Curiosidades de Donnie Darko

Lançado diretamente em vídeo no Brasil.

A cena em que Donnie corrige Gretchen foi improvisada porque a atriz não conseguia dizer o nome do Prof. Kenneth Monnitoff, corretamente.

Durante as conversas sobre sexo com seu terapeuta, o roteiro tinha fantasias de Donnie ser sobre Alyssa Milano. Isto teve de ser alterado para Christina Applegate, devido a razões legais.

A personagem de Drew Barrymore Karen Pomeroy é nomeado em homenagem pesquisador de sexo Wardell Pomeroy do Instituto Kinsey.

Filme de estreia de Seth Rogen.

Mas não era debut de Ashley Tisdale que tem uma participação estilo "piscou-perdeu"

Há muitas referências de quadrinhos que aparecem ao longo do filme. Gretchen comenta sobre o nome de Donnie soar como de um super-herói, ao que ele responde: "O que faz você pensar que eu não sou?" Muitos personagens têm nomes aliterativos (Donnie Darko, Cherita Chen, Frankie Feedler, Daye Dennis, Joanie James, Sean Smith, Donnie Dickson) assim como muitos heróis de quadrinhos (Peter Parker, Bruce Banner, Susan Storm). Além disso, acredita-se que Donnie é um super-herói, pois ele tem poderes e ele uos para salvar os outros.

Os números de Donnie Darko
  • O filme se passa em 1988.
  • Frank diz Donnie o mundo vai acabar em 28 dias, 06 horas, 42 minutos e 12 segundos. Se você somar estes números, a soma é 88.
  • Quando Samantha pergunta quando ela pode ter filhos, Donnie diz: "Não até série."
  • Donnie menciona a seu terapeuta que seu cão Callie morreu quando ele tinha 8 anos. (Ele é visto mais tarde segurando um cachorro de brinquedo de pelúcia em seu escritório.)
  • Donnie faz piada com De Volta para o Futuro (1985) para viajar o DeLorean tinha que alcançar a velocidade de 88 milhas por hora.
  • De acordo com o repórter de televisão, o fogo na casa de Jim Cunningham foi extinto "em algum momento depois das 8h da noite."
  • O avião que quase cai é vôo 2806 que aterrrisa no Portão 42, às 12 horas da manhã.
  • O clímax de Donnie Darko ocorre uma semana antes da eleição presidencial de 1988 dos Estados Unidos, quando George Bush venceu em 08 de novembro de 1988 [11/08/88].
  • O filme foi rodado (para um orçamento de menos de US $ 5 milhões) em 28 dias. Há 28 cenas na versão do diretor deste filme.
As palavras "Cellar Door", escrita no quadro-negro na sala de aula de Karen Pomeroy. Quando Donnie pergunta sobre seu significado, ela responde que "Este lingüista famoso disse uma vez que, de todas as frases no idioma Inglês, de todas as infinitas combinações de palavras em toda a história, que Cellar Door é o mais bonito." No comentário do diretor Richard Kelly erroneamente atribui a frase de Edgar Allan Poe, mas foi realmente JRR Tolkien, que em seu ensaio 1955 "Inglês e Galês", disse que "A maioria das pessoas que falam Inglês... Admitirão que a porta da adega é" bonita ", especialmente se separado de seu sentido (e de sua grafia). Mais bonito do que , dizer, céu, e muito mais bonito do que bonito. "

Durante o filme Donnie rende-se aos três tentações que Jim Cunningham menciona: álcool, drogas e sexo antes do casamento. O outro filme que estava sendo exibido no cinema onde Donnie e Gretchen assistem Evil Dead era A Última Tentação de Cristo.

A arte original poster para o filme tinha usado uma fonte de estilo árabe, mas isso foi mudado para o tipo de letra Trajan mais comum para o lançamento em vídeo após os ataques terroristas contra os Estados Unidos em 11 de setembro de 2001. No entanto, a fonte mantém o seu estilo original no próprio filme.


Adaptado pelo diretor Marcus Stern para uma produção de palco ao vivo que foi produzido em outubro e novembro de 2007 por do American Repertory Theatre Zero Seta Theatre, em Cambridge, Massachusetts.

A sequência do filme, S. Darko, foi lançada em 2009 e tem a trama centrada na irmã mais nova de Donnie, Samanta (Daveigh Chase). Richard Kelly, diretor de Donnie Darko, afirmou que não possui relação com a sequência do filme, a qual recebeu muitas críticas negativas.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Pôsteres alternativos de "Donnie Darko"

Versões alternativas, minimalistas, promocionais, arte conceitual, arte de fã... Encontramos tantas boas imagens relacionadas à Donnie Darko que foi difícil escolher apenas as melhores para este post. (Você produziu alguma destas artes? Sabe quem foi? Nos conte para darmos o devido crédito)

Clique nas imagens para ampliar