Homem-Aranha: Longe de Casa


Primeiro filme da Marvel pós era Vingadores, Homem-Aranha: Longe de Casa (Spiderman: Far From Home, 2019) é uma consequência dos acontecimentos relatados na saga - então, é preciso fazer o dever de casa. Para os que ainda não conferiram os últimos filmes (Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato). Para quem já viu, fica a dica: o novo filme do Aranha mescla com maestria bom humor adolescente, amadurecimento do herói, ótimas sequências de ação e uma "surpresinha" ao final.

Hill (Smulders) e Fury (Jackson) enfrentam um elemental no México
O longa começa com a dupla Maria Hill (Colbie Smulders) e Nick Fury (Samuel L. Jacskon) indo investigar uma ocorrência suspeita no México: uma tempestade destruiu uma cidade, mas os locais diziam ter visto um rosto nela. É quando um herói desconhecido se apresenta: Quentin Beck (Jake Gyllenhaal) diz saber do que se trata a ameaça, e que a Terra está em perigo. Ele veio para tentar deter os Elementais de destruírem o planeta, como fizeram à Terra de sua dimensão. Fury vai precisar da ajuda que puder dispor, e ele tem um herói adolescente em mente.

Beck/Mysterio (Gyllenhaal): quer impedir que a nossa Terra tenha o mesmo destino que a dele
Mas depois de todos os acontecimentos tristes de "Guerra Infinita" e "Ultimato",  Peter Parker (Tom Holland) quer apenas a chance de ser um adolescente normal por um tempinho, enquanto o Amigo da Vizinhança Homem-Aranha tira umas férias. Peter, aliás, tem seus próprios planos para suas férias: como irá viajar com os amigos da escola para a Europa, ele pretende não perder mais tempo e contar à M.J. (Zendaya) sobre seus sentimentos por ela. Obviamente, esses não são os planos de Ned (Jacob Batalon), seu melhor amigo, que quer aproveitar a vida de solteiro por lá. Mas as coisas não vão sair como o esperado para nenhum dos dois, e Peter terá que se desdobrar para curtir as férias enquanto luta, ao lado do novo herói - agora batizado de Mysterio - contra os Elementais para salvar o mundo novamente. Porém, nem tudo é o que parece ser, e Peter vai ter que tomar decisões difíceis e enfrentar consequências terríveis.

Happy (Favreau) e os amigos de Peter: mais destaque e muitas situações hilárias
Homem-Aranha: Longe de Casa é um ótimo filme: mais maduro e divertido que o primeiro, foca no dilema pessoal de Peter e em todas as grandes responsabilidades que o jovem tem que arcar - e se isso é complicado para um adulto, imagina para um adolescente... Tom Holland acerta novamente o tom do personagem, principalmente nos momento mais emotivos. Quanto à trama, ela tem conexão direta com os eventos dos mais recentes filmes dos Vingadores, porém não é totalmente norteada para ser uma sequência - e isso é um acerto. Há muito o que se explorar desse jovem Parker, principalmente o lado emocional de um adolescente com super-poderes. O roteiro acerta em cheio ao explorar isso de forma leve e divertida, intensificando o suficiente nos momentos chave e suavemente transitando entre a ação e a reflexão. As locações são bem utilizadas, tanto nas cenas quanto na funcionalidade do roteiro (à exceção, talvez, seja a Holanda) e os efeitos especiais estão de encher os olhos.

Que mal um adolescente com superpoderes poderia fazer? Peter (Holland) vai descobrir em breve
Assim, o filme de Jon Watts resulta em um ótimo entretenimento sem soar vazio - lembrando a aura dos filmes de John Hughes, que entendia como poucos os dilemas dos adolescentes americanos dos anos 1980 e os traduzia em longas divertidos e com conteúdo que se tornaram clássicos. Há duas cenas pós-créditos, ambas sugerindo continuações: a primeira em relação ao próprio herói, e a segunda com possível relação ao destino dos Vingadores. Vale o ingresso, a pipoca e a espera. Que venha o terceiro filme do Aranha!

0 comentários:

Meses temáticos!

Confira nosso catálogo de críticas e curiosidades completo, distribuído em listas e meses temáticos.

Lista de 2015 Lista de 2010
Meses temáticos
2014 2013 2012 2011
Trilogia Millenium Ficção-cientifica Pioneiros De Volta para o Futuro
Meryl Streep e o Oscar Broadway Brasileiros no Oscar Liz Taylor
Fantasias dos anos 80 Realeza Tarantino Filmes de "mulherzinha"
Pé na estrada Scorcese Chaplin Stephen King
Mês Mutante Off-Disney Filmes de guerra Noivas
Mês do Futebol Mês do Terror Agatha Christie Genny Kelly
Mês Depp+Burton Shakespeare HQs Harry Potter
Cinebiografias Pequenos Notáveis Divas Almodovar
Robin Williams Mês do Rock Woody Allen Remakes
Mês das Bruxas Alfred Hitchcock Rei Arthur Vampiros
Humor Britânico John Wayne John Hughes Elvis
Mês O Hobbit Contos de Fadas Apocalipse O Senhor dos Anéis
As definições do projeto para formar cinéfilas melhores foram atualizadas

Nascemos como um projeto para assistir e conhecer cinema. Maratonamos várias listas de filmes, e aprimoramos nossa cinefilia. Agora estamos em uma pausa (esperamos que breve), mas ainda temos tempo para resenhar um lançamento ou outro. Vem amar cinema com a gente!

Receba por e-mail

Gêneros

Resenhas (808) Drama (247) Lançamentos (173) Ficção científica (113) Aventura (108) Comédia (79) Ação (59) Musical (54) Terror (51) Fantasia (43) Animação (32) Biografia (27) Comédia romântica (26) Épico (24) Faroeste (22) Thriller (8)

Arquivo do blog

Seja parceiro

Descubra como!
 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates